Mensagem

Mensagem

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

O ESQUEMA DO PETRODÓLAR
A QUEDA DO DÓLAR AMERICANO

Esta introdução vem a propósito de um “Power point” que com os títulos acima referidos, me foi enviado por um amigo e que publico no fim deste texto.
Independentemente de algumas incorrecções que eles contem, nas quatro primeiras imagens o seu interesse e actualidade, são muito importantes para a compreensão da actual crise do Capitalismo, cuja dimensão e consequências, irão influenciar a nossa e as próximas gerações.
Justifica essa importância, fazer esta introdução um pouco longa, para complementar as imagens e texto que ele apresenta.
A questão do petróleo como fundamento para manter a hegemonia económica e financeira dos Estados Unidos da América é abordada nesta apresentação, numa perspectiva pouco ou nada divulgada, sendo de facto ela, a génese da guerra no Iraque e dos lamentáveis e falsos argumentos que serviram para a despoletar e não a versão que actualmente deriva da desconfiança generalizada, que os americanos queriam "ficar" com o petróleo.
Infelizmente a verdadeira razão e que este "power point" destaca, é desconhecida da esmagadora maioria das pessoas, devido á manipulação e secretismo que os meios de comunicação social internacionais dela têm feito.
Daí a necessidade que atribuo a estas informações complementares para as pessoas, que por acaso ainda não as tenham lido os artigos que sobre o assunto tenho publicado neste Blogue, a saber:
Dia 19 de Março de 2008, no capítulo “O QUE EU PENSO” com o título “A Grave Crise Económica e Financeira Mundial”
Dia 1 de Abril de 2008, num capítulo com a mesma designação, com o título “A Nova Guerra Do Alecrim e Manjerona "onde Miguel Sousa Tavares no jornal “Expresso” desanca Pacheco Pereira sobre este tema, e eu desanco os dois, porque nenhum deles tem razão.
Dia 1 de Maio de 2008, também num capitulo com a mesma designação, abordando a questão do neo-liberalismo e a sua repercussão no mundo do trabalho.
Dia 1 de Outubro de 2008, num capítulo designado “A POLÍTICA DA ECONOMIA” com o título “Já Está Mal…..Animem-se, Ainda Vai Ficar Pior!!!”, onde abordo a questão do dólar e do Tratado de “Bretton Woods”.
Finalmente, no dia 18, de Outubro no capítulo “POLITICAMENTE FALANDO” com o título “Os Pilares Da Sobrevivência Do Capitalismo” faço uma análise da presente crise mundial, bem com dos problemas que o Capitalismo levanta, ao Mundo do Trabalho.
Para ver o referido “Power point”, com as reservas que esclareci no início
clique AQUI




quarta-feira, 26 de novembro de 2008

QUEM FALA ASSIM!!!......

NÃO "DESCULPA SER" GAGA!!!

EU TENHO DUAS SUGESTÕES A FAZER:

1ª Sugestão - Contratar a "entrevistada" para locutora da rádio.

2ª Sugestão - Naturalizá-la portuguesa e nomeá-la ministra da educação, não só para animar a difícil situação da educação em Portugal, como para facilitar a compreensão do actual plano para avaliação dos professores.


video

terça-feira, 25 de novembro de 2008

10.000 VISITANTES

MERECE FOTOGRAFIA

A MELHOR FORMA QUE ENCONTREI PARA COMEMORAR ESTE ACONTECIMENTO FOI OFERECER ESTES 4 MARAVILHOSOS “POWER POINTS”.

Estas imagens, umas vezes insólitas, outras ternurentas são por vezes autênticas obras-primas.

As músicas que lhe servem de fundo, ajudam a criar o clima propício para as valorizar

PARA VER O 1º (CORES PARA OS OLHOS) CLIQUE AQUI




AGORA PARA AS OUTRAS APRESENTAÇÕES FAÇA EXATAMENTE O MESMO
PARA VER O 2º (IMAGENS) CLIQUEAQUI

PARA VER O 3º (FOTOS DIFERENTES) CLIQUE AQUI

E PARA VER O 4º (IMAGENS INSÓLITAS) CLIQUE AQUI

sexta-feira, 21 de novembro de 2008


ARQUITECTURA

NEO-IMPRESSIONISTA-PÓS-MODERNA

AS NOVAS CORRENTES ARTISTICAS

Do ponto de vista técnico são inovadoramente intrigantes.
A captação da realidade, é vista num videntismo fantasmagórico, projecto de uma quimera psicológica, muito próxima duma alienação conceptual.
Utilizando cores, materiais e formas que dissolvem toda a realidade do quotidiano, em pura rotura e agressão com a mentalidade conservadora, finge presumir, (com carradas de razão, digo eu!!) tratar-se de uma corrente artística, que pela sua audácia, não tem paralelo desde a invenção da roda quadrada.
Estão a ver que eu sei falar como um critico de arte!!! Quem fala assim não é gago!!! E quem imaginou estas “obras de arte”, não é maluco, mas tal como eu……anda lá perto!!!!










E se nenhum desses exemplares lhe agradou, pode escolher outro, AQUI
Se definitivamente está hesitante, vá já ao médico, porque está pior do que eu !!!

terça-feira, 18 de novembro de 2008

ONDE SE FALA

DA BELEZA FEMININA

Corpos de mulher, em papel decorativo, que servem para camuflar a sensualidade das imagens femininas, com predominância do seu erotismo.

AINDA A BELEZA FEMININA

TRANSFORMAÇÃO
E PERSPECTIVAS
O conceito da beleza feminina foi historicamente determinado, desde o aparecimento do cinema mudo, pelas suas principais vedetas.
Essa evolução aparece neste vídeo dos seus primórdios á actualidade, numa sequência curiosa, só possível com as novas tecnologias.


video

segunda-feira, 17 de novembro de 2008


COMPULSIVO
O POEMA DA "MENTE"
Há um primeiro-ministro que mente,
Mente de corpo e alma, completa/mente.
E mente de maneira tão pungente
Que a gente acha que ele, mente sincera/mente
Mas que mente, sobretudo, impune/mente...
Indecente/mente.
E mente tão nacional/mente,
Que acha que mentindo história afora,
Nos vai enganar eterna/mente.
Imagem do Blogue -
WEHAVEKAOSINTHEGARDEN
Texto publicado no Blogue
PSITACÍDEO

sábado, 15 de novembro de 2008

A EDUCAÇÃO SOB PRESSÃO DA MULTIDÃO

A SINISTRA MINISTRA QUE "DESISTRA"

SENÃO PROFESSORES E REITORES......
DESERTORES!!!
Os argumento e testemuhos neste documento histriónico....digo histórico

E DEPOIS CLIQUE EM "SÓ DE LEITURA" E DIVIRTA-SE!!!

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

ATIRAR OVOS Á MINISTRA

VOCÊ TAMBEM QUERIA LÁ TER ESTADO ?

TAMBÉM LHE APETECIA "AMANDAR" COM UNS OVITOS
Á DONA MADAME MARIA DE LOURDES RODRIGUES?

VOU PROPORCIONAR-LHE ESSE PRAZER!!!!


É SÓ CLICAR AQUI

Bertold Brech

DE QUE SERVE A BONDADE

De que serve a bondade
Quando os bondosos são logo abatidos,ou são abatidos
Aqueles para quem foram bondosos?
De que serve a liberdade
Quando os livres têm que viver entre os não-livres?
De que serve a razão
Quando só a sem-razão arranja a comida de que cada um precisa?
Em vez de serdes só bondosos, esforçai-vos
Por criar uma situação que torne possível a bondade, e melhor;
A faça supérflua!
Em vez de serdes só livres, esforçai-vos
Por criar uma situação que a todos liberte
E também o amor da liberdade
Faça supérfluo!
Em vez de serdes só razoáveis, esforçai-vos
Por criar uma situação que faça da sem-razão dos indivíduos
Um mau negócio!
in 'Lendas, Parábolas, Crónicas, Sátiras e outros Poemas'
Tradução de Paulo Quintela

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

A MUDANÇA NECESSÁRIA

ESTA APRESENTAÇÃO É UM APELO LANCINANTE, Á TOMADA DE CONSCIÊNCIA DO MUNDO DA EXPLORAÇÃO DE QUE SÃO VITIMAS AS "NOSSAS" CRIANÇAS.

Este drama é um enunciado de regras necessárias, para a transformação do mundo.
Caso contrário, a humanidade não será digna de sobreviver.
O meu veemente apelo é que cada um divulgue o mais que puder este "Power Point".
Não é vulgar fazer um pedido destes, mas neste caso, a sua mensagem contém em si a essência da regeneração da própria humanidade e dá a cada um da nós uma arma importante para clamar por justiça!!!!

NESTE LINK

QUANDO APARECER O ALERTA DE SEGURANÇA, CLIQUE OK
CAPITULO I
HÁ UM DITADO POPULAR QUE DIZ:
“A VIDA SÃO DOIS DIAS”

IMAGINO SE FOSSEM 100 ANOS!!!
Estou mesmo a ver........ eu,
"tetravô"!!!!!

É pá!!!Sentado no sofá a dizer aos meus "tetranetos" (com uma voz forte e um brilho maroto e feliz no olhar!!!):

Sabem meus “tetranetinhos”, há muito….muito tempo, até havia uns indivíduos muito ricos, que não faziam nada na vida, a não ser gastar o dinheiro.
Na inversa, outros havia, que tinham de trabalhar noite e dia para sobreviver.
Havia também uns, que por serem filhos de ricos, nasciam e morriam sem terem trabalhado um só dia.
E calculem, havia ainda outros, que se intitulavam donos das terras onde havia petróleo, minerais e outros bens, que ficavam com todo o dinheiro que essas riquezas produziam e esbanjavam nos mais ridículos caprichos.
A maior parte das vezes, com a maioria dos seus habitantes a morrer de fome!!!”
Nas empresas onde eram produzidos bens de consumo, havia muitos que aldrabavam o Estado e não pagavam os impostos que deviam!.
E calculem!!! Havia um lugar designado BOLSA DE VALORES, onde se ficava rico a comprar e vender papéis, que se chamavam acções e obrigações e muitas vezes faziam batota, com as informações privilegiadas que possuíam.
Em muita das empresas, havia trabalhadores que se matavam a trabalhar e só ganhavam para saciar a fome.
Por outro lado, na mesma empresa, os funcionários ditos “gestores”, limitavam-se muitas vezes a assinar papeis ou a inventar formas de explorar a mão obra dos trabalhadores.
Estes lugares-tenente do patronato, cuja principal função era produzirem lucros, que revertessem em dividendos para o capital, ganhando em comissões, centenas e às vezes milhares de vezes mais dos que aqueles que de facto produziam os produtos dessas empresas.
E os velhotes!!!
Aqueles que tinham trabalhado uma vida inteira, descontando nos seus ordenados quantias que apesar de serem elevadas, justificavam a garantia de terem uma assistência na saúde mais ou menos decente e uma reforma equivalente ao seu nível de descontos.
O ensino para os seus filhos, permitia que a maioria pudesse fazer um curso superior, embora com bastantes sacrifícios.
Depois, pouco a pouco, de forma insidiosa, os governos de direita, foram sonegando esses direitos fundamentais e meticulosamente desvalorizaram as reformas de molde a que a inflação comesse a maior parte, em favor dos capitalistas.
Os serviços de saúde foram-se degradando, até se tornarem num grande negócio.
Quem queria qualquer serviço de saúde, tinha de pagar, parecendo que na nossa Constituição onde se lia que esse serviço deveria ser “tendencialmente gratuito”, estava escrito “tendencialmente, mais caro e inacessível, para os que não fossem ricos”.
No ensino, as propinas que tinham um valor simbólico, para justificar o acesso á maioria da população, tornou-se na principal receita para financiamento do ensino superior.
A nossa máquina produtiva, foi destruída. A industria, as pescas e a agricultura passaram á sua expressão mais simples.
Nós que produzíamos 80% do que consumíamos, indo buscar os restantes 20%, ao Turismo, Exportações e receitas dos emigrantes, passámos a produzir só 30%, e a esmolar o que necessitávamos, á Europa, para onde entramos, sacrificando a nossa independência, fingindo que era para melhorar a vida dos portugueses, mas no fundo era para proteger os interesses das elites que nos governavam ......e “eles” bem o sabiam!!!
Olhem meus “tetranetinhos”, parece impossível, mas esses “vendidos e traidores”, nunca foram julgados pelos tribunais.
Só foram condenados pela história e pela luta dos trabalhadores.
Os capitalistas compravam máquinas, robots e sistemas informáticos, para dispensar trabalhadores, aumentar os seus lucros e aumentar a Bolsa do desemprego, para poder ter mão-de-obra mais barata.
Esses mesmos capitalistas guardavam ou criavam lugares regiamente pagos para os governantes, que ao deixarem de o ser, necessitavam um “poiso” bem remunerado, para compensar os favores que lhes tinham feito, enquanto desempenhavam essas funções.
Outro grande truque que utilizavam, era enviar o dinheiro para os “offshores”, onde não pagavam impostos e podiam branquear os capitais sonegados ao Fisco.
Mas, meus "queridos tetranetinhos", ainda há mais, essa malandragem quando era apanhada, nunca ia parar atrás das grades.
Havia uma justiça para ricos e outra para pobres.
Nesses tempos havia homens que tinham muito dinheiro e que se julgavam donos do mundo.
Para eles todos os homens tinham um preço e só precisavam de pagar o suficiente, para comprar toda a gente.
Só que se enganaram!!!
No meio da História apareceram uns “maduros”"revolucionários" que não se deixavam vender e muitos deles lutaram até á morte, para construir uma sociedade, sem exploradores nem explorados e com igualdade de oportunidades para todos.
Naquele tempo havia muita gente que achava que não era possível.
E convictamente argumentavam, ”Sempre ouve ricos e pobres” e como todos somos diferentes, seria justo, não ser igualmente respeitado.
Logo, não ter os mesmos direitos e deveres, era uma questão natural.
A humanidade ser feliz, viver em paz e harmonia, era só para alguns.
O primeiro grande sinal de que as coisas podiam mudar, veio com a Comuna de Paris.
Depois, com o êxito da “Grande Revolução de Outubro na União Soviética”, a humanidade deu um grande salto.
Fruto desse grande exemplo de luta pelos ideais socialistas, muitos outros povos acabaram com a exploração do homem pelo homem e deram a possibilidade de “ A CADA UM SEGUNDO AS SUAS NECESSIDADES", a humanidade rumar, tendo no horizonte o comunismo!.
Houve ainda uns quantos que achavam suficiente "A CADA UM SEGUNDO O QUE PRODUZIAM", e iam naquela conversa do "socialismo democrático", como se fosse possível haver socialismo, sem democracia.
Era essa a forma encapotada da burguesia apoiar um regime SOCIAL-CARITATIVO inspirado na doutrina social da Igreja, determinada pelo papa Leão XIII, na Encíclica RERUM NOVARUM de1891, feita especialmente contra o Movimento Comunista Internacional, que foi criado após o Manifesto Comunista de Marx e Engels em 1848.
Esse problema do dito "Socialismo Democrático", foi um dos problemas mais difíceis de ultrapassar, pois uma grande parte dos trabalhadores, só viu que estavam a ser enganados, quando as crises sucessivas criadas pela exploração capitalista, lhes foi destruindo ou roubando todos os direitos e postos de trabalho, obrigando a fome e a miséria a abrir-lhes os olhos.
Olhem meus "queridos tetranetinhos", hoje ficamos por aqui, porque a conversa já vais longa, mas o vosso tetravô promete que um dia destes vai contar – vos mais algumas histórias do tempo em que governos dos Estados Unidos da América faziam a guerra, matavam e torturavam para dominar o mundo e roubar as riquezas dos outros povos, mais fracos!
E o pior é que havia governos na Europa, que lhes davam cobertura!!!

domingo, 9 de novembro de 2008

ESTA SINISTRA MINISTRA DA

DESEDUCAÇÃO É UMA VERGONHA

COMO É POSSÍVEL???

Eram mais de 120.00 professores, descontentes com a situação da educação e nomeadamente da forma como a avaliação é feita.
Ao mesmo tempo a sinistra ministra na RTP, afirmava despudoradamente que tal demonstração de unanimidade..... era campanha eleitoral!!!.
Até que ponto se pode manipular a informação?
Até onde vai o descaramento dos nossos governantes???


MIGUEL CADILHE GARANTIU
PPR DE 10 MILHÕES DE EUROS

GRUPO SLN = SOCIEDADE LIQUIDATÁRIA NACIONAL

Reforma está depositada fora do grupo por exigência do actual presidente.
O ainda presidente do Banco Português de Negócios (BPN) conseguiu garantir junto dos accionistas da instituição um plano poupança reforma (PPR) no valor de pelo menos 10 milhões de euros.
Esta condição foi imposta por Miguel Cadilhe, durante as negociações de entrada no banco, de modo a poder ressarcir-se da perda da pensão que então auferia enquanto reformado do Banco Comercial Português (BCP).

sábado, 8 de novembro de 2008

90 ANOS DA

REVOLUÇÃO DE OUTUBRO

"A Revolução de Outubro será sempre fonte de inspiração para os comunistas e quantos combatem o sistema de exploração capitalista e lutam para colocar ao serviço, não de uma classe parasitária mas dos trabalhadores e dos povos de todo o mundo, as magníficas conquistas da inteligência e do trabalho humano."
O Avante
"Quando o jornalista norte-americano John Reed escolheu o título «Dez dias que abalaram o mundo» para o seu livro sobre a Revolução de Outubro, fez jus a um dos principais aspectos dessa grande revolução: o seu impacto internacional. Como não podia deixar de ser, a Revolução de Outubro tem a marca do quadro nacional onde se gerou e decorreu. Mas, quer na sua génese, quer nas enormes consequências que teve para a História da Humanidade ao longo dos 90 anos desde então decorridos, o que ressalta é sobretudo a dimensão internacional da Revolução bolchevique."
Jorge Cadima


sexta-feira, 7 de novembro de 2008

MIGUEL URBANO RODRIGUES

UM DOS MAIS BRILHANTES PENSADORES

DO NOSSO TEMPO!!!

Acabo de ler mais um texto extraordinário de Miguel Urbano Rodrigues.
É uma lição de lucidez política, como raramente me foi dado ler.
A leitura de todo o artigo é fundamental, pelo rigor da análise que faz da situação actual e clarividente interpretação do seu desenvolvimento .
Permiti-me a transcrever algumas partes, para despertar a vossa atenção e servir de aperitivo, para a sua leitura integral, que pode aceder clicando no link final deste artigo.


Breve reflexão sobre Portugal

P
erante os desafios da crise
-A burguesia nunca entrega o poder sem uma confrontação final com as forças do progresso.

-Sejamos realistas. No caso português, fora do contexto de uma crise de proporções continentais, os partidos que representam o capital continuarão a vencer todas as eleições.
A alternância no governo do PS e do PSD ilustra bem o controlo que a classe dominante exerce sobre os mecanismos eleitorais da impropriamente chamada democracia representativa que na prática funciona como ditadura da burguesia com máscara democrática.”

-Neste Outono do ano 2008 a crise do sistema financeiro mundial adquiriu as proporções de uma crise de civilização que atinge toda a humanidade
O seu desfecho é por ora imprevisível. A única certeza é a de que milhares de milhões de pessoas vão pagar a factura da falência do capitalismo neoliberal e da ideologia a ele subjacente, enquanto os responsáveis pela crise pouco ou nada serão afectados, no imediato, pelo naufrágio da monstruosa engrenagem por eles montada.

-O compromisso do revolucionário não é com os frutos da vitória e sim com os ideais pelos quais se bate e que transcendem a sua breve existência.

-Mas, simultaneamente, a transformação profunda das sociedades da UE, moldadas e oprimidas pelo capitalismo, não é possível pela via institucional, dita pacífica.

-O sistema mediático apresenta uma frente única na difusão da mentira, nas explicações falsas da crise e nos remédios propostos para a resolver, todos orientados para a preservação do capitalismo

-Os porta-vozes e epígonos caseiros do grande capital, cúmplices do caos financeiro e social que alastra pelo mundo, desprezam os trabalhadores

-Em condições muito adversas os trabalhadores portugueses têm resistido com coragem e firmeza à ofensiva desencadeada contra os seus direitos pelo governo mais reaccionário que o país suporta desde o derrubamento do fascismo.

-Em Portugal, como noutros países, as forças progressistas mais consequentes, sobretudo os comunistas, estão conscientes de que a globalização neoliberal, hegemonizada pelos EUA, encaminhou a humanidade para uma crise de dimensão planetária

-Como a crise é estrutural e não apenas cíclica como as anteriores – confirmando previsões de autores marxistas como Istvan Meszaros e Georges Labica – as medidas tomadas pelos governos do G8, transformados em bombeiros do capital, são apenas paliativos. A recuperação das bolsas e do dólar geram a ilusão de que tudo vai voltar rapidamente à normalidade, entendida esta como um reflorescimento do capitalismo sob um novo figurino.

-Mas o fim do capitalismo não está iminente. Seria uma ingenuidade acreditar no seu rápido desaparecimento.

-Na Europa, rupturas no sistema de poder que permitiram politicas anti-imperialistas como de Hugo Chavéz e reformas que golpearam o capital, não são viáveis. Elas exigem o controlo do governo, do Legislativo e a adesão firme das forças armadas. Ora essa situação não se verifica em qualquer pais do Velho Continente. Nem os mecanismos da União Europeia permitiriam que ela se produzisse.

-A burguesia nunca entrega o poder sem uma confrontação final com as forças do progresso.

-Os dois partidos, PS e PSD, diferem pelas suas bases sociais de apoio. Mas ambos desenvolveram sempre políticas de direita orientadas para a defesa dos interesses do capital.

-A esquerda em Portugal, no terreno partidário, são o Partido Comunista e os seus aliados.

-Utópica é também a ideia de que se pode esperar uma actuação positiva do Bloco de Esquerda, amálgama de pequenos burgueses enraivecidos cada vez mais integrado no sistema.

-No actual contexto a presença de uma forte representação do PCP no Parlamento é importante

-A diferença entre o actuar de «fora» ou de «dentro» parece mínima, mas é fundamental

-A transição para o socialismo é um processo molecular lentíssimo que avança no contexto de uma luta de classes exacerbada

-O socialismo em prazo previsível não figurava no projecto comunista quando eclodiu a Revolução de Fevereiro.

-É oportuno repetir a velha pergunta:O que fazer então, uma vez que a meta do socialismo está distante?

-Não se encontram reunidas condições subjectivas mínimas para que a classe operária, a pequena burguesia e menos ainda os camponeses se encaminhem na luta para soluções revolucionárias.

-Repito: o que fazer? Lutar, lutar com energia redobrada.

-O sistema do capital dispõe de uma força enorme. Mas não pode mais funcionar de acordo com a sua lógica. Os EUA, pólo e motor do sistema, estão envolvidos em duas guerras perdidas no Médio Oriente e na Ásia Central. Na América Latina desenvolvem-se processos de ruptura com a dominação imperial. Na Europa anunciam-se num horizonte próximo grandes lutas inseparáveis das consequências da crise que vão lançar milhões de trabalhadores no desemprego
-A exploração do homem, como escreveu Marx, foi durante sete mil anos o motor cego e desumano do desenvolvimento das sociedades. Mas essa situação tornou-se hoje um obstáculo mortal não somente ao avanço do progresso mas à própria sobrevivência da humanidade.

-E a alternativa, a única, à ameaça de exterminismo que se esboça com nitidez crescente é o socialismo.Vai tardar. Não tem data no calendário

-O compromisso do revolucionário não é com os frutos da vitória e sim com os ideais pelos quais se bate e que transcendem a sua breve existência.

PARA LEITURA INTEGRAL DESTE TEXTO CLIQUE AQUI

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

HOJE É RESERVADO ÁS SENHORAS

ESTÁ EM INGLÊS,
MAS A QUESTÃO REQUERIDA,É IR CLICANDO
POR ORDEM NUMÉRICA


EU CÓREI!!!.....NÃO ADMIRA.....SOU MUITO PÚDICO!!!!!

ASTROMETRIA

UMA BOA LIÇÃO PARA QUEM SE ACHA MUITO IMPORTANTE
Na ciência tenta-se explicar às pessoas, de uma maneira perceptível por todos, algo que ninguém sabia antes.
Na poesia, é exactamente o oposto.
Paul Dirac


A VELHICE

DAR-LHE ALGUNS BONS CONSELHOS

E CONSTATAÇÕES ÓBVIAS

1º - Está provado que por cada minuto de exercício, aumenta-se o nosso tempo de vida em um minuto.
Isso permite-nos que aos 85 anos possamos ficar mais 5 meses num lar de terceira idade pagando 200 contos por mês.

2º - A minha avó começou a andar cinco quilómetros por dia quando tinha 60 anos.
Agora tem 97 anos e nao fazemos a menor ideia onde é que ela está.

3º - A única razão por que voltei a fazer exercício, foi para voltar a ouvir respiração ofegante.

4º - Inscrevi-me num ginásio o ano passado, gastei cerca de 40 contos.
Nao perdi nem um quilo. Parece que é preciso ir lá.

5º - Eu tenho que me exercitar logo de manhã, antes que o meu cérebro perceba o que eu estou a fazer.

6º - Gosto de longos passeios, especialmente quando são dados por pessoas que me chateiam.

7º - Tenho ancas flácidas, mas felizmente o meu estômago esconde-as.

8º - A vantagem de nos exercitarmos diariamente é que se morre mais saudável.

9 - Se vai percorrer um país a pé, escolha um país pequeno.

10º - Podia ir a correr entregar isto aos amigos, mas é mais cómodo enviar por email!

MAS DEIXEI PARA O FIM AS MAIS ....FILOSÓFICAS....E..MUSICAIS

NESTELINK

terça-feira, 4 de novembro de 2008

ESTOU FARTO DE SÓ OUVIR FALAR

NAS ELEIÇÕES AMERICANAS!!!!

SÓ OS INGÉNUOS QUE ACREDITAM NA MUDANÇA.
"ELES" ESTÃO SÓMENTE A QUERER SALVAR A FACE!!!
O QUE MUDAR É PARA FICAR TUDO NA MESMA!!!!
ACREDITEM!!!!

POR ISSO VOU FALAR DE PORTUGAL E DO POUCO QUE NOS PODEMOS ORGULHAR!!!!

ÉA MINHA VINGANÇA!!!
É O MEU GRITO DE REVOLTA!!!




COLONIZAÇÃO PORTUGUESA

A Colonização portuguesa iniciada com os descobrimentos nos princípios do século XIV, estendeu-se de Ceuta até á Austrália. Das costas de África, passando pelo Brasil até ao oceano Pacífico, onde foram construindo entrepostos, fortificações e igrejas, umas vezes pacificamente, outras pela força, para consolidar ou dar apoio á sua expansão.
Um pouco por todo o mundo, reconstruídos ou em ruínas, esses monumentos, assinalam a passagem de Portugal pela História, nas suas missões de conquista, comércio, tráfico de escravos ou de evangelização, esta ultima feita principalmente pelos padres missionários da Companhia de Jesus.
Algumas dessas ruínas, por vezes só conhecidas dos especialistas e raramente lembradas nas nossas escolas, para além do seu significado histórico, têm uma envolvente emocional que ao recordá-las não podemos deixar de imaginar, quanto heroísmo e sacrifício, representou a sua construção e manutenção.
Vou fala-vos de algumas AQUI.

LEIA ISTO COM ATENÇÃO:DEPOIS DE CLICAR,ESPERE (Por qualquer razão a que sou alheio, este video leva mais tempo do que o costume a aparecer e depois tem de clicar em "SÒ DE LEITURA") EM SEGUIDA CLIQUE EM F5
A MÚSICA É LINDA!!! PONHA O SOM!!!

domingo, 2 de novembro de 2008

OBAMA OU McCAIN???

VENHA O DIABO E ESCOLHA!!!!


Infelizmente para o mundo e por reflexo para Portugal, é absolutamente indiferente que ganhe um ou outro.
Senão vejamos:
O candidato pelo Partido Republicano, até por definição, terá que defender os interesses mais conservadores que esse partido representa razão da sua base ideológica e argumento mais do que suficiente, para não ir fazer uma politica muito diferente de Bush.
A linha seria a mesma, os erros é que não seriam iguais. Pormenor daqui, pormenor dali, no essencial, ele garantirá a continuidade.
As expectativas de mudança estão portanto todas em cima de Obama.
Mas terá fundamento pensar que a diferença, será assim tão grande, que possamos pensar que os novos caminhos prometidos, aos americanos serão muito diferentes, para melhor, do que têm sido até agora?
Não acreditamos !!! E porquê???
Porque a razão de fundo foi o capitalismo perceber que tinham de mudar alguma coisa, para continuar tudo na mesma.
Os capitalistas viram em Obama a corporização dessa ideia, daí financiarem a sua campanha, de forma tão generosamente ostensiva, como estão a fazer.
Nunca um candidato teve á sua disposição verbas de semelhante montante.
Ora sabendo nós a dimensão da crise por que está a passar a América, como compreender o tamanho de semelhante generosidade?
O capitalismo percebeu que Obama ia vencer!!!.
As informações dos “sondadores” são unânimes em considerar que o favoritismo vai inteiramente para Obama.
O pobre do McCain no linguajar desses senhores, já está arrumado.
Limitam-se a aproximar as previsões até os 5% de diferença para Obama e é tudo!!!
Com o slogan da “mudança” na sua campanha, Obama gerou novas expectativas e criou uma força mobilizadora flagrante.
Nas actuais circunstâncias, o capitalismo percebeu rapidamente, onde estava o vencedor. Logo havia que marcar posição ao seu lado e isso não se fica a dever certamente a uma questão de generosidade .
A candidatura de Obama, segundo os meios de informação americanos, está a gastar nesta campanha somas exorbitantes, como jamais foram gastas em qualquer outra campanha eleitoral. Os obstáculos a ultrapassar assim o justificam.
Em primeiro lugar, a cor do candidato, pois a maioria do país é particularmente racista.
Em segundo, a crise económica é facilmente atribuível ao sistema capitalista e seus dirigentes, colocando perigosos riscos de rejeição.
Em terceiro, o amor-próprio dos americanos anda pelas ruas da amargura, dada a forma visível como caminham rapidamente, para a ruína do seu império.
A ilusão criada pelo slogan da mudança, fundamenta porém toda a expectativa de mudança da situação actual.
A palavra mudança, é repetida até á exaustão, porque quanto ás soluções prometidas, facilmente se percebe que nada de novo em “Alcazar”.
Se tivéssemos algumas dúvidas, bastava olhar para a qualidade dos seus conselheiros, para ficamos a perceber que nada de bom ou diferente, virá ao mundo com esta eleição.
Entrou na campanha com voz de leão e está a terminá-la com saídas de sendeiro.
Senão vejamos algumas das perspectivas políticas de Obama e seus conselheiros, porque de McCain já estamos conversados.
POLÍTICA INTERNACIONAL
AFGANISTÃO – Fala na necessidade de aumentar a intervenção militar e levar esta, sempre que achar necessário, para além das fronteiras deste país. Acrescenta a necessidade de aliar mais paises a esta intervenção.
PAQUISTÂO – Ataques por terra e pelo ar, onde haja forças simpatizantes com os Talibãs.
IRAQUE – Opõe-se á retirada total e propõe uma redistribuição táctica dos efectivos.
ISRAEL – Apoio incondicional ás posições israelitas e á sua política de expansão.
IRÃO – Agravamento das ameaças ao Irão, para o pressionar no sentido de impedir o desenvolvimento do seu programa nuclear.
POLITICA INTERNA
Wall Street vai continuar a controlar a sua política financeira
Na economia
, Obama apoia incondicionalmente a política do secretário de estado Paulson na utilização dos 700.000 milhões de dólares, para dar liquidez aos bancos americanos em dificuldades e que por “acaso” são os mais ricos.
Na saúde é adepto dos planos de saúde dirigidos e apoiados pelas companhias de seguros, médicos conservadores, associações de hospitais e indústria farmacêutica.
Fervoroso defensor da utilização do etanol, programa que fez aumentar o preço dos alimentos para milhões de americanos e a fome centenas de milhões de seres humanos em todo o mundo
O seu staff de conselheiros é composto por sinistras figuras que só confirmam a ideia de que nada de bom e diferente será a intervenção dos Estados Unidos, para melhorar a actual situação mundial. Antes pelo contrário.
Os seus conselheiros são conhecidos pela sua ligação aos lobys “pro-israel”, nomeadamente ao presidente da “Leading Jewish American Organisations”
Dennis Ross do “Bipartisan Policy Center”, é o autor do plano de Guerra com o Irão e proponente de um assalto militar maciço a este país
Joseph Biden, outro conselheiro de Obama, confirmou que este responderia “vigorosamente”, caso o Irão não alterasse a sua politica nuclear.
Perante estes cenários, o que levará os mídia portugueses a interessarem-se tão obsessivamente destas eleições?
Que na América haja esse empenhamento até se compreende, mas em Portugal?
Por cá há problemas tão importantes, que mereceriam muito mais atenção da que é dada a essas eleições.
Bem sei que a dependência da Europa relação á economia americana e por arrasto a nós próprio, exige da nossa parte uma análise permanente e desenvolvida de todos os factores que a ela possam dizer respeito.
Mas que se trate este assunto, com esta dimensão e exclusividade, é clara e objectivamente uma manipulação, para disfarçar os graves problemas com que actualmente nos debatemos, fruto das desgraçadas políticas dos nossos sucessivos governantes.



sábado, 1 de novembro de 2008


TÁ DITO!!!
MANUEL ANTÓNIO PINA - Jornal de Noticias, 24/10/2008
“Mas nem tudo são más notícias: se os portugueses (os que têm trabalho) ganham pouco mais de metade (55%) do que se ganha na zona euro, os nossos gestores recebem, em média, mais 32,1 % que os americanos, mais 22,5 % que os franceses, mais 53,5 % que os finlandeses e mais 56,5 % que os suecos.”

CARLOS FIOLHAIS Jornal de Notícias, 24/10/2008

“Dois relatórios internacionais sobre a desigualdade social (do OIT e da OCDE) (….) convergem em qualificar Portugal no grupo de países onde as desigualdades entre ricos e pobres são maiores.”

DOMINIQUE STRAUSS-KHAN Director-Geral do FMI

Aprovou um empréstimo de 13.000 milhões de euros á Ucrânia e outro de 2.100 milhões de euros á Islândia

ABLA RIMAWI - Companheira de Ahmad Saad (Secretário Geral da Frente Popular de Libertação da Palestina
"Desde 1967 mais de 700.000 palestinianos, aproximadamente 25% da população passaram pelas prisões de Israel"

MARX
Todo o Estado é a ditadura de uma classe ou classes, sobre outra classe ou classes. A expressão “ditadura do proletariado” quer tão-somente significar Estado dirigido pela classe operária e seus aliados.

MANUELA FERREIRA LEITE (A propósito do aumento do salário mínimo em 80 cêntimos por dia)

“Porque tudo o que seja dar sinais ás pessoas de que o próximo ano será bom, roça a irresponsabilidade”

FERNANDO ULRICH Presidente do BPI
“No verão de 2007, percebi que esta era a pior crise do sector financeiro que vivi”

PAUL KRUGMAN Recém laureado com o Nobel da Economia

“Esta é a mãe de todas as crises. Nunca se viu uma crise cambial como esta. Não é na Ásia, nem na América Latina, mas em todos os mercados emergentes”

BANCO CENTRAL EUROPEU (BCE)

“O volume de empréstimos do Banco Central Europeu (BCE) ás instituições financeiras bateu um novo máximo esta semana, ao ultrapassar os 770 mil milhões de Euros”

RICARDO SALGADO Presidente do Banco Espírito Santo

“Vamos recorrer á garantia ( dos 20.000 milhões, oferecidos pelo governo de Sócrates) com certeza absoluta.
A VELHICE - VEÍCE
NO LINGUAJAR DO NORDESTE BRASILEIRO

A VELHICE É A PARÓDIA DA VIDA
Simone de Beauvoir
LIGUE O SOM - NÃO SE ESQUEÇA!!!
NESTE LINK


A BELEZA

NA SUA FORMA MAIS PURA

UM ACHADO ANTROPOLÓGICO MARAVILHOSO

NOS CONFINS DA ETIÓPIA A SÉCULOS DA MODERNIDADE HÁ UMA TRIBO EM QUE SÃO GÉNIOS DE UMA ARTE ANCESTRAL

NESTE O SOM TAMBEM É IMPORTANTE - NÃO SE ESQUEÇA!!!

NESTE LINK