Mensagem

Mensagem

sexta-feira, 25 de junho de 2010

UM NOVO GOVERNO

O governo PS está a dar as últimas.

Está tudo de pantanas!!!
Os nossos serviços secretos, através de um “militante infiltrado”, conseguiu ter acesso ao “governo sombra” a propor pelo PPD/PSD.
É uma informação em primeiríssima mão.
Consta que há grandes divergências na direcção, pois há muitos que consideram que se apoiarem a recondução de Sócrates, poupar-se-ia imenso em ministros, na medida em que ele é uma verdadeira síntese desse “governo sombra”.


NESTE LINK



MIKE PRYSNER

NOTÁVEL DISCURSO DE UM VETERANO
DE GUERRA AMERICANO

Disseram-nos que lutávamos contra o terrorismo, mas o verdadeiro terrorista era eu e o verdadeiro terrorismo é esta ocupação.

O ex-cabo Mike Prysner do exército norte-americano conta a sua experiência no Iraque e explica como tomou consciência da natureza da guerra que o mandaram fazer.
Este vídeo foi amplamente divulgado nos EUA, entre outros pelo site do realizador Michael Moore (www.michaelmoore.com) e pelo site alternativo Common Dreams (www.commondreams.org).terrorismo é a ocupação".

Como dizia um leitor, num comentário a este vídeo:
“Juntemos a nossa voz à sua para construir a esperança!”

Se quiser ver o vídeo original, igualmente legendado em português, clique AQUI








A ARTE DE CONDUZIR

ESPECTACULO DE PROMOÇÃO DA CADILLAC,

NA CHINA

SURPREENDA-SE CLICANDO AQUI

quinta-feira, 24 de junho de 2010


Este “power point” que publicamos é de uma qualidade técnica, um pouco deficiente.
Só o tema e o desenvolvimento que faz da obra e biografia de José Saramago nos leva a apresentá-lo.
Se tiver paciência de não clicar e deixar os slides correrem automaticamente, consegue chegar ao fim.



NESTE LINK




JOSÉ SARAMAGO

A NOSSA HOMENAGEM

Conhecemos José Saramago, logo após o 25 de Abril.
Como responsável por uma organização de dinamização cultural, procurámos mobilizar alguns dos nossos melhores escritores, para uma tarefa revolucionária.
A finalidade era obter da parte desses artistas, textos programáticos, inseridos numa estética de intervenção que por um lado espelhasse a realidade da vivência revolucionária do quotidiano e por outro servisse para mobilizar, enquadrar e esclarecer ideologicamente trabalhadores, operários agrícolas e as massas populares e integrá-los no processo revolucionário em curso.
Nesse sentido convocamos para uma reunião, escritores de várias origens políticas de esquerda.
Na ocasião, apesar dos esforços feitos, foi absolutamente impossível contactar José Saramago, circunstância em consequência da qual, levou a que este não fizesse parte desse grupo de trabalho, que se auto mobilizou para essa tarefa.
Dele fizeram parte entre outros, Bernardo Santareno, Luís Francisco Rebelo, José Jorge Letria, Virgílio Martinho, Gomes Ferreira, que produziram textos, peças de teatro e outros materiais de conteúdo político, adaptados para as necessidades que então se faziam sentir, de uma pedagogia política revolucionária.
Os elementos que a compunham, a ela se dedicaram apaixonadamente, rapidamente produziram contos, peças de teatro, poesia e muitos outros textos que foram editados, publicados, encenados.
É evidente que as alterações que o 25 de Novembro trouxeram ao processo revolucionário, acabaram por influir na morte dessa iniciativa e fizeram perder a oportunidade de posteriormente se poder enquadrar José Saramago.
A enorme admiração que já nessa altura tínhamos por ele, como homem, como camarada e como artista das letras, da palavra e do pensamento, gerou em nós, desde sempre uma frustração enorme por não termos tido possibilidades de o ter incluído nesse grupo de trabalho.
Sentimento que nos acompanhou até aos dias de hoje.
Para além da mágoa que sempre sentimos de não termos obtido essa colaboração, certos de que seguramente não a negaria, até pelas relações de amizade e empenhamento político que a todos nos ligava, seria interessante saber o que a sua genial criatividade e vocação humanista nos teria dado, dentro dos parâmetros específicos daquela iniciativa, que vivemos e sonhámos logo após o 25 de Abril.
Resta-nos essa frustração, a eterna saudade e o muito que aprendemos com aquele grande camarada.






NA ILHA POR VEZES HABITADA

Por José Saramago

Na ilha por vezes habitada do que somos, há noites,
manhãs e madrugadas em que não precisamos de
morrer.
Então sabemos tudo do que foi e será.
O mundo aparece explicado definitivamente e entra
em nós uma grande serenidade, e dizem-se as
palavras que a significam.
Levantamos um punhado de terra e apertamo-la nas
mãos.
Com doçura.
Aí se contém toda a verdade suportável: o contorno, a
vontade e os limites.
Podemos então dizer que somos livres, com a paz e o
sorriso de quem se reconhece e viajou à roda do
mundo infatigável, porque mordeu a alma até aos
ossos dela.
Libertemos devagar a terra onde acontecem milagres
como a água, a pedra e a raiz.
Cada um de nós é por enquanto a vida.
Isso nos baste.







Publicamos este vídeo como preito final, á memória do homem que admirámos profundamente.
Ele coloca em poucas imagens, os factos essenciais de uma vida de combate.
Resta-nos o conforto de se lhe ser reconhecido em vida o seu genial talento, que sempre utilizou em defesa dos seus, que eram nossos ideais.
O seu talento, testemunho e poderosa mensagem, enriqueceu a humanidade em geral e Portugal em particular, tornando imortal a sua memória e o seu exemplo.
E como disse Jerónimo de Sousa:

"Dizem que não há palavras, porque Saramago levou-as todas.



Mas o seu ideal não morreu.



Não é tempo de chorar a morte.



É tempo de o seu ideal ser prosseguido pelo povo que homenageia."











domingo, 20 de junho de 2010

sábado, 19 de junho de 2010

COMO O TEMPO PASSA

O power point que publicamos hoje, entra na classe das apresentações de reflexão.
Não é nosso hábito publicar este tipo de apresentações, que de uma forma geral se dedicam a explorar com maior ou menor falsidade, impostura ou hipocrisia, as questões ligadas á amizade, ao amor, á religião etc., etc.
Este power point retrata uma realidade sobre a qual, nós os mais idosos, poucos temos reflectido.
Como se transformou o mundo em tão pouco tempo!!!


NESTE LINK

.


LEIA, LEIA TAMBEM.....

QUE VALE A PENA!!!

Um notável artigo de autoria de Carlos Pimenta,
publicado na Revista Visão


GESTÃO DE FRAUDE
Que fez hoje contra a fraude? Que pensa fazer amanhã?

1. Quantos de vós estão no desemprego porque alguns fizeram fraude contra a empresa em que esculpiam o vosso sustento?

Quantos de vós vivem com maiores dificuldades porque políticos, amigos de políticos e amigos de amigos influentes ganham fraudulentamente milhões em contratos viciados, em compras e vendas sobre ou subfacturadas, em favores pagos, em operações de lavagem de dinheiro, em apropriação indevida de valores que não lhes pertenciam?

Quantos de vós viram as vossas poupanças em perigo porque administradores sem escrúpulos, mesmo quando borrifados com água benta e com abraços de altas figuras públicas, manipularam cotações na bolsa, arruinaram o banco em proveito próprio, especularam com o dinheiro que era vosso, falsificaram sistematicamente as contas e os balanços?

Quantos de vós continuam a pagar escrupulosamente os vossos impostos enquanto outros utilizam sistematicamente os paraísos fiscais para pagarem menos (para outros Estados), falsificam o IVA, compram a informação do que vai ser fiscalizado, manipulam rendimentos?

Quantos de vós vêem os seus impostos aumentar porque se gasta "à tripa forra", porque se salvaram os bancos, os banqueiros e os especuladores bolsistas?

Esclareça-se. Não é o Estado que gasta "à tripa forra", mas muitos dos políticos que gerem esse Estado. Não é o Estado que deve emagrecer mas os que se comportam como sanguessugas, tal como na Grande Porca de Boldalo Pinheiro. Esclareça-se, não se salvaram os bancos para salvar os depósitos, os depositantes, as empresas industriais e os que precisam de crédito. Salvaram-se os bancos para se salvar os banqueiros que têm sempre os seus representantes nos órgãos do poder.

2. Desculpem, não queria dizer "vós". É assunto de todos nós. De todos nós portugueses, ganhando honestamente a nossa remuneração, trabalhando conscienciosamente, pagando os impostos legalmente estabelecidos, aspirando a um futuro melhor. Um futuro que custa a chegar porque a corrupção, em particular, e a fraude, em geral, diminui o desenvolvimento, piora os serviços públicos, bloqueia e desvia o rendimento criado, esbanja riqueza a favor de alguns, corrói a coesão social, deteriora a democracia, cerceia a liberdade.

Todos nós somos esfacelados na nossa liberdade quando um defraudador ganha milhões depois de reformado, quando o criminoso não é preso, quando um tribunal absolve um corrupto (activo ou passivo), quando os meliantes são informados das investigações de que são alvo, quando figuras públicas mentem "com quantos dentes têm" invocando em vão o "interesse nacional".

Não, não é um problema deles. É um problema nosso, no que há de mais sagrado: a nossa pátria, a nossa liberdade, a nossa dignidade.

Desde muito antes da crise, que defendemos que a economia não registada, a fraude, a promiscuidade entre o lícito e o ilícito, a degenerescência das relações éticas e do respeito pelo próximo não são uma excrescência do sistema financeiro e económico em crescimento depois do anos noventa do século passado. Não são uma excrescência! São parte integrante da economia de mercado contemporânea. A crise de sobreprodução poderia ter sido um momento catastrófico para se traçar novos rumos, mas a evolução recente aponta em sentido contrário. Há um reforço político da financiarização da economia - apesar da grande instabilidade que os mercados financeiros continuam a revelar. Uma continuação que significa uma degradação: os Estados dependem (ou aceitam depender) cada vez mais das empresas; são os Estados que vão à "falência", não o capital privado internacional.

Nós - exactamente, nós! - vamos à falência porque você e eu nada contamos para os objectivos da Economia e da Política, porque não somos nem grãos de areia na financiarização da economia, na economia não registada e no luxuriante mundo da fraude. Somos tão somente homens e mulheres, cidadãos. Honestos.

3. Não, não podemos cruzar os braços! Um advogado brasileiro, numa entrevista na televisão do seu país, afirmava "A população tem de ter consciência que tudo o que acontece no poder público [tem que ver com ela, que ela] pode actuar como fiscal das acções do Estado". Das acções do Estado e das empresas. Fazia este alerta como prelúdio para acções cívicas contra a corrupção.
Todos nós podemos fazer muito mais contra a fraude, as ilegalidades, o crime.
Sugira-nos como.
Voltaremos ao assunto.

PARA COMEÇAR, SUGIRIMOS A SUGESTÃO MAIS EFICAZ.

VÁ AO PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS, INSCREVA-SE .

QUANDO CONHECER ESSA REALIDADE, TEMOS A CERTEZA QUE…..

QUANDO VOLTAR AO ASSUNTO, SERÁ PARA ACONSELHAR ESSE CAMINHO AOS SEUS LEITORES !!!

quinta-feira, 17 de junho de 2010



TRÊS UTILIDADES ESPECIAIS DO TELEMÓVEL

1 - O número universal de emergência é o 112.
Se estiver fora da área de cobertura, da tua operadora e tiver alguma emergência, marca 112 e o telemóvel irá procurar a ligação com qualquer outra operadora possível para enviar o número de emergência marcado por ti.
O mais interessante é que o número 112 pode ser marcado mesmo se o teclado estiver bloqueado.
2 - A bateria do telemóvel está fraca. Para a activar, pressiona as teclas: *3370#
O teu telemóvel irá accionar a reserva que possui, e terá de volta 50% da sua bateria.
Essa reserva será recarregada na próxima vez que submeteres o teu telemóvel à carga.
3 - Para conhecer o número de série do seu telemóvel, pressione os seguintes dígitos: *#06#
Um código de 15 dígitos aparecerá.
Este número é único (o chamado IMEI) .
Anota e guarda em algum lugar seguro.
Se o teu telemóvel for furtado, liga para tua operadora e dá esse código.
Assim conseguirão bloquear o teu telemóvel e o ladrão não conseguirá usá-lo de forma alguma.
Talvez fiques sem o teu telefone, mas pelo menos saberás que ninguém mais poderá usá-lo.
Se todos fizerem isso, não haverá mais roubos de telemóveis.

terça-feira, 15 de junho de 2010

OS SEM VERGONHA!!!

E depois pedem-nos para apertar o cinto e reduzir os ordenados, mas as regalias deles continuam na mesma...!

Até a secretária tem um BMW de valor superior a 50.000.00 €, não é ridículo??!!!!

O Dr. Jaime Gama Presidente da Assembleia da Republica, não tem um, mas sim dois carros topo de gama e são pagos pelo estado, (por todos nós) e eu pergunto porquê dois carros se o tipo só pode usar um de cada vez ???

Portugal é um país pobre?

Depois de ver isto, não acredito nisso!

A estes sem vergonha não lhes dar uma doença grave e, irem desta para "Pior", isto porque estamos fartos de ser roubados por esta gentalha sem escrúpulos !!!
Em 35 anos de democracia, em vez de nos governarem, governaram-se eles próprios, criando leis para se defenderem a eles próprios nos processos de chorudas reformas e benefícios escandalosos, e em que a corrupção ao ser julgada, a culpa morre sempre solteira !

"As pessoas precisam de entender que estão a ser burladas.
O País não pode continuar a ser dirigido por trafulhas..."
(Dr. Medina Carreira)




UMA REFLEXÃO QUE SE IMPÕE

Há certos momentos em que a atenção faz milagres
Do mesmo modo, há momentos em que uma desatenção pode provocar uma tragédia.
Este “power point” aborda ambas as situações.
Começa bem e acaba mal.
Diria mesmo, começa muito bem e acaba muito mal.
Que nos sirva a lição!!!


NESTE LINK


VASCO PULIDO VALENTE

MAIS UNS DADOS ESCANDALOSOS

Artigo no 'Público'

1) - O estado tenha uma frota de 29 mil carros,

2) - Que gaste, ao que parece, 90,8 milhões de euros só em gasolina,

3) - Que haja, ao que parece, 12 motoristas no gabinete do Primeiro-Ministro,

4) - Ministros com quatro e cinco assessores de imprensa,

5) - Que se gastem em viagens 2.252.679 euros por ano,

6) - Que se gaste à volta de 1.300.000 numa coisa chamada "brindes promocionais",

7) - Mais de 700.000 e tal agendas de trabalho, daquelas que trazem no bolso.
A lista não acaba e quem tiver a paciência de procurar encontra de certeza extravagâncias muito piores.
Não sei quanto tudo isto custa ao contribuinte.
Sei que me enfurece e escandaliza, na medida em que sou "escandalizável" com os vícios da Pátria.
Mas também sei que não se trata do essencial
(...) O país foi vítima de uma fraude consciente e continuada durante vinte anos. Agora, dia a dia, devagarinho, volta a miséria do costume: na saúde, nas pensões de reforma, no ensino e por aí fora. E as pessoas sem perceber o que se passa, perguntam: de quem é a culpa?"

segunda-feira, 14 de junho de 2010

SIMPLESMENTE GENIAL...!!!!!!!






.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Quem escreveu isto é um génio

ANTES


O nosso partido cumpre o que promete.
Só os tolos podem crer que
não lutaremos contra a corrupção.
Porque, se há algo certo para nós, é que
a honestidade e a transparência são fundamentais.
para alcançar os nossos ideais
Mostraremos que é uma grande estupidez crer que
as máfias continuarão no governo, como sempre.
Asseguramos sem dúvida que
a justiça social será o alvo da nossa acção.
Apesar disso, há idiotas que imaginam que
se possa governar com as manchas da velha política.
Quando assumirmos o poder, faremos tudo para que
se termine com os marajás e as negociatas.
Não permitiremos de nenhum modo que
as nossas crianças morram de fome.
Cumpriremos os nossos propósitos mesmo que
os recursos económicos do país se esgotem.
Exerceremos o poder até que
Compreendam que
Somos a nova política.

DEPOIS

Basta ler o mesmo texto acima,
DE BAIXO PARA CIMA

sábado, 12 de junho de 2010

FANTÁSTICO TALENTO

LUGARES DE OUTRO MUNDO

Imagens admiráveis e surpreendentes de um mundo desconhecido, mas que é o nosso!!!
Há coisas maravilhosas e inimagináveis que estamos quase a descobrir neste “power point”.

BASTA PARA ISSO…..


NESTE LINK



.
PEC SIGNIFICA???

PEC – PACOTES DE EMPOBRECIMENTO COLECTIVO

EXEMPLOS DE DÚVIDAS QUE O TRIBUNAL DE CONTAS ENCONTROU NAS DESPESAS PÚBLICAS…

1 - ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO ALENTEJO, I. P.
97.560,00 € - Aquisição de 1 armário persiana; 2 mesas de computador; 3 cadeiras c/rodízios, braços e costas altas.

2 - MATOSINHOS HABIT – MH
142.320,00 € - Reparação de porta de entrada do edifício.

3 - UNIVERSIDADE DO ALGARVE – ESC. SUP. TECNOLOGIA – PROJECTO TEMPUS
33.745,00 € - Viagem aérea Faro/Zagreb e regresso a Faro, para 1 pessoa no período de 3 a 6 de Dezembro.
Na TAP a viagem Faro – Zagreb - Faro em classe executiva custa 1700 €.

4 - MUNICÍPIO DE LAGOA
106.596,00 € - 6 Kits de mala “Piaggio Fly” para as motorizadas do sector de águas.

5 - MUNICÍPIO DE ÍLHAVO
380.666,00 € - Compra de 3 computadores, 1 impressora, 9 fones, 2 leitores ópticos.

6 - MUNICÍPIO DE LAGOA
391.970,00 € - Aquisição de fardamento para a fiscalização municipal: 391.970,00€

7 - CÂMARA MUNICIPAL DE LOURES
652.300,00 € - Vinho tinto e branco

8 - MUNICIPIO DE VALE DE CAMBRA
1.236.000,00 € - Aquisição de uma viatura ligeira de mercadorias .

Sabemos que a viatura em questão nada tinha de especial e era da marca Renault.

9 - CÂMARA MUNICIPAL DE SINES
1.236.500,00 - Aluguer de uma tenda para inauguração do Museu do Castelo de Sines

10 - MUNICIPIO DE VALE DE CAMBRA
2.922.000,00 € - Aquisição de viatura de 16 lugares para transporte de crianças.

11 – MUNICIPIO DE BEJA
6.572.983,00 € - Fornecimento de uma fotocopiadora multifuncional Tipo IRC 30.801

RESPONSAVEIS??? CONSEQUÊNCIAS???

A JUSTIÇA AO DEUS-DARÁ

ATÉ O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA É BURLADO

Segundo o Diário de Notícias

Milhões de euros ao deus-dará.
Não se sabe donde vêm nem para onde vão.
O Instituto de Gestão Financeira e de Infra-estruturas da Justiça (IGFIJ), é a entidade que gere os dinheiros do Ministério da Justiça.
Quase 90% dos saldos bancários do IGFIJ, na ordem dos 850 milhões de euros, estão depositados em 12 contas ilegais abertas naquele banco público.
Nalgumas delas, o Instituto nem sequer sabe o montante, tendo realizado, inclusive, pagamentos sem que agora exista documentação de suporte e muitos outros movimentos bancários para os quais não há explicação.
Passou nove cheques para pagamentos de serviços que não chegaram aos destinatários.
Alguém os interceptou, falsificou, aumentando-lhes o valor, e levantou na Caixa Geral de Depósitos(CGD),sendo a entidade pública burlada no montante de 744.424,84 €.
O relatório IGSJ foi apresentado ao anterior titular da pasta, Alberto Costa, que o meteu na gaveta
Também grave, para o IGSJ, é facto de o IGFIJ não saber, sequer, quanto dinheiro tem disperso na CGD relativo a depósitos obrigatórios dos utentes da Justiça, quando pagam taxas, por exemplo
"Ninguém supervisiona as reconciliações bancárias", diz a IGSJ.
Em várias contas há diferenças nas reconciliações por explicar que rondam os 11 milhões de euros.

E POR FIM A CEREJA NO CIMO DO BOLO


4.000 MILHÕES DE EUROS PARA O BPN.
VENDO-A COMO A COMPREI

Numa prova de entrada para a Universidade,

foi colocada a seguinte questão :

Interprete o seguinte trecho do poema de Camões:

"Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói e não se sente,
é um contentamento descontente,
dor que desatina sem doer".

Uma aluna deu a sua interpretação:

"Ah Camões, se vivesses hoje em dia,
tomarias uns antipiréticos,
uns quantos analgésicos
e Prozac para a depressão.
Comprarias um computador,
consultarias a Internet
e descobririas que essas dores que sentias,
esses calores que te abrasavam,
essas mudanças de humor repentinas,
esses desatinos sem nexo,
não eram feridas de amor,
mas somente falta de sexo!"


Teve nota máxima.

Foi a primeira vez, depois de mais de 500 anos,
que alguém entendeu qual era a ideia do Camões...

quinta-feira, 10 de junho de 2010

AO QUE NÓS JÁ CHEGÁMOS!!!

Numa violação flagrante da democracia e dos princípios básicos dos cidadãos, chegando á mais ignóbil e provocante expressão de primarismo anti-comunista, o governo da Polónia acaba de decretar a proibição de todo e qualquer símbolo comunista, a partir de 8 de Junho.
Esta expressão inaceitável de intimidação, tanto mais nojenta quanto a torna igualmente extensível aos símbolos nazis, com cuja comparação pretende confundir as políticas e os objectivos.
Num país de uma União Europeia, que se considera paradigma da liberdade e da democracia, é verdadeiramente inadmissível que se sirvam de um cavernícola argumento, para limitar e penalizar a acção dos comunistas.
Não há geoestratégia, por mais elaborada, requintada, ou subtil que seja, que possa permitir á União Europeia, divorciar-se ou sequer alhear-se desta demagógica manifestação política.
Se assim for, mais uma vez se prova, que o valor das soberanias, só funcionam numa direcção.
Satisfazer os interesses do grande capital........ o resto é conversa!!!
Para ler a nota de protesto do Partido Comunista Português, clique
AQUI


NATIONAL GEOGRAPHIC

Mais algumas das fascinantes imagens da “Natinal Geographic”

NESTE LINK

.

HOJE ESTAMOS MUITO ATREVIDOS!!!

Como está a chegar o calor ….antecipemo-nos!!!


NESTE LINK




UM AUTOMOBILISTA SEGUE TRANQUILO PELA ESTRADA.
DE REPENTE TOCA O TELEMÓVEL!!!
É PRECISO ATENDER A CHAMADA E VOCÊ VAI AJUDÁ-LO MOVENDO O “RATO” ATÉ O ENCONTRAR.
NESTA ALTURA SUPONHA QUE É O CONDUTOR E CLICA NO TELEMÓVEL PARA ATENDER A CHAMADA!
VEJA AQUI O QUE PODE ACONTECER
AQUI


"PRENDAS" DE NATAL

MANUEL GODINHO, aceitou agora falar das prendas de Natal que mandava distribuir.
Documentos apreendidos ao sucateiro de Ovar indicam que primeiro-ministro JOSÉ SÓCRATES, ARMANDO VARA e o CAPITÃO COUTO(GNR), foram presenteados com várias prendas, uma das quais uma peça em prata avaliada em 685 €.
JORGE COELHO, aparece na mesma lista que José Sócrates mas recebeu a prenda era no valor de 465 € .
A PAULO PENEDOS, diz que "emprestou" entre 270.000 € e 400.000 €
Cheques encontrados para SANTANA LOPES e IRMÃO, 73.325 €
BRANCAMP SOBRAL, presidente do conselho da administração da REFER, recebeu em 2002 um centro de mesa no valor de 1432 € e no ano seguinte um relógio Rolex.
Era sempre presenteado com peças avaliadas em milhares de euros.
ENGENHEIRO ARGENTE, da REFER-25.000 €
MÁRIO PINHO, Chefe de Finanças-26.000 €
NAMÉRCIO CUNHA, empresário de Ovar - 25.000 €
JOSÉ RIBEIRO SANTOS, do Instituto de Estradas de Portugal, recebeu como prenda uma árvore de Natal no valor de 499 euros.
Outros quadros da empresa, receberam máquinas Nespresso e outro tipo de electrodomésticos.
ARMANDO FRANÇA, ex-presidente da Câmara de Ovar, era sempre presenteado com ofertas valiosas.
Em 2002 por exemplo, recebeu uma fruteira de prata no valor de 1897 € .
JOSÉ AMÉRICO, vereador das obras e vice-presidente de Armando França na autarquia de Ovar, foi presenteado com uma jarra no valor de 1689 €.
JOSÉ PENEDOS, presidente da REN entre 2002 e 2007, recebeu várias prendas, entre elas, um centro de mesa, no valor de 1432 €.
CORREIA ALEMÃO, da REFER, um centro de mesa, no valor de 1432 €.
BARROS DE MOURA, da EDP, um centro de mesa, no valor de 1432 €.
Automóveis topo de gama, eram "emprestados" aos quadros da EDP Imobiliária.
Outros quadros da Refer, receberam mais de nove mil euros no ano de 2004.
Quadros da REN e EDP, Lisnave, Estaleiros de Viana, Conservatórias, Finanças e Direcção-Geral de Viação, estão igualmente na lista dos presenteados, alem de pagar os telemóveis a muitos destes quadros.
ANA PAULO VITORINO, a secretária de Estado com quem mantinha uma má relação, diz que a prenda para ela foi uma caneta.
FERREIRA DO AMARAL, ex-ministro e administrador da Petrogal, terá recebido um centro de mesa Grand Lagon, no valor de 1432 €
HORTA E COSTA, antigo administrador dos CTT, recebeu igualmente um centro de mesa Grand Lagon, no valor de 1432 €
RUI SABINO, da EMEF, terá recebido em 2003 uma árvore de Natal no valor de 543 €
MANUEL DE ALMEIDA, da CP, foi presenteado com uma jarra de 1689 €
Recebeu uma prenda no valor de 465 €.
O presidente do conselho de administração dos Estaleiros de Viana do Castelo, autarcas de Nelas e responsáveis da Conservatória, receberam igualmente prendas não especificadas.


“Para o Ministério Público de Aveiro, não há dúvidas de que as ofertas revelam uma 'teia de cumplicidades' e mostram que Manuel Godinho estruturou o seu sucesso empresarial numa rede de favores e interesses”

AGORA VEJAMOS OUTRA VERGONHA, NÃO MENOS PREOCUPANTE

OS ESCANDALOSOS

SALÁRIOS NA RTP

Nota- Estas remunerações não contemplam ajudas de custos, viaturas Audi de serviço e cartão de combustíveis Frota Galp.

DIRECTOR DE INFORMAÇÃO
José Alberto de Carvalho - 15.999 euros

DIRECTORA –ADJUNTA
Judite de Sousa - 14.720 euros

PIVÔS
José Rodrigues dos Santos - 14.644 euros
João Adelino Faria - 9.736 euros
João Tomé de Carvalho - 3.550 euros

DIRECTOR-ADJUNTO DO PORTO
Carlos Daniel - 10.188 euros

DIRECTOR DE PROGRAMAS
José Fragoso - 12.836 euros

DIRECTORA DE PRODUÇÃO
Maria José Nunes -10.594 euros

DIRECTOR FINANCEIRO
Teixeira de Bastos - 8.500 euros

DIRECTORA DE PESSOAL
Marisa Garrido - 7.300 euros

EX-DIRECTORA DE PESSOAL
Ana Fischer - 5.800 euros

ASSESSOR DE DIRECÇÃO
Jaime Fernandes - 6.162euros

DIRECTOR DE MEIOS
António Simas - 6.200 euros

DIRECTOR DE COMPRAS
Pedro Reis - 5.200 euros
DIRECTOR DO GABINETE INSTITUCIONAL (???)
Afonso Rato - 4.000 euros

RELAÇÕES PÚBLICAS
Ana Gaivotas - 3.984 euros

JORNALISTAS
Paulo Dentinho - 5.330 euros
Alexandre Simas - 4.800 euros
Jacinto Godinho - 4.100 euros
Helder Conduto - 4.000 euros
Rosa Veloso - 3.984 euros
Margarida Metelo - 3.200 euros
António Esteves Martins - 2.986 euros
Ana Ribeiro - 2.950 euros
Patrícia Galo - 2.846 euros
Isabel Damásio - 2.450 euros
Margarida Neves de Sousa - 2.393 euros
Patrícia Lucas - 2.100 euros
Rui Lopes da Silva – 1900 euros

REPORTERES
Rui Lagartinho - 2.530 euros
Maria João Gama - 2.350 euros
Anabela Saint-Maurice - 2.800 euros

TERMOS DE COMPARAÇÃO

Salário ilíquidos:
Presidente da República – Cavaco Silva 10.381 euros
Primeiro-ministro - José Sócrates 7.786 euros

TABELA NORMAL DE VENCIMENTOS
DIRECTORES
5.000 euros (sem ajudas de custos)
PIVÔS
3.500 euros (sem ajudas de custos)
JORNALISTAS
Escalão A - 3.000 euros
Escalão B - 2.400 euros
Escalão C - 1.900 euros

sábado, 5 de junho de 2010

UMA LIÇÃO DE VIDA

O power point de hoje é de facto
uma lição de vida e de cidadania.

Foi certamente inspirado no poema de Bertold Brecht, que fala do homem que viu levar os pretos e não se importou, porque não era preto.
Em seguida levaram os operários, e depois os miseráveis e por fim os desempregados.
Ele continuava sem se importar porque não era operário, nem miserável e até estava muito bem empregado.
Quando o vieram buscar é que viu que já era tarde, porque não havia ninguém para se importar.

NESTE LINK

.

FRONTEIRA

Por: Miguel Martins
O que vale é ter
a mística,
a mágica,
a transcendental agógica
de nada querer a não ser
só querer existir
se absolutamente fôr.

Mas absolutamente ser
é algo tão quente e tão frio
e em simultâneo tão distante
e tão cheio
e tão vazio
que não tem montante nem
jusante,
é sempre e uma só fonte
ou um só rio,

num lugar só
e nos outros todos
no mesmo instante.

O que vale é nada ser
quando se está no
centro de tudo,
da máquina infame
das coisas todas
à volta,

sobretudo
daquelas que são
só da Terra,
com todo o lodo
e a revolta.

O que vale é chegar-se
à máxima distância,
à suprema fragrância,
o que vale é virar aquela
página que só há por dentro
e tomar conta do silêncio
em cada momento.

Por fora já nada importa.


O que vale é
entrar pela porta extrema
que pela enorme ausência
por dentro a pouco e pouco
se constrói.

Só então já nada dói.
.
O IMPÉRIO E A MENTIRA

UMA LEITURA IMPRESCINDÍVEL

ESCRITO POR FIDEL CASTRO RUIZ

Em 3 de Junho de 2010

.
Eu não tive outra alternativa senão escrever duas reflexões sobre Irão e a Coreia, que explicam o perigo eminente de uma guerra, com o uso de armas nucleares.
Em tempo oportuno, já tinha expressado a opinião uma delas se poderia resolver, se a China decidisse vetar a proposta dos Estados Unidos, no Conselho de Segurança da Nações Unidas.
A outra depende de factores que escapam completamente á possibilidade de controle, devido ao comportamento fanático do Estado de Israel, convertido pelos Estados Unidos no estatuto de uma forte potência nuclear, que não aceita qualquer controle da superpotência.
Quando se produziu a primeira intervenção dos Estados Unidos para esmagar a Revolução Islâmica, em Junho de 1953, em defesa dos seus interesses e os do seu aliado mais próximo o Reino Unido, que levou ao poder Mohammad Reza Pahlavi, Israel era um pequeno estado que ainda não se tinha apoderado de quase todo o território palestino, parte da Síria e não pouco da vizinha Jordânia, defendida até então pela Legião Árabe e da qual não restou nem a sombra.
Hoje, com centenas de mísseis com ogivas nucleares e apoiada pelos aviões mais modernos que lhe são fornecidos pelos Estados Unidos, ameaçam a segurança de todos os Estados da região, árabes e não árabes, muçulmanos e não muçulmanos, que estejam ao alcance do amplo raio de acção dos seus mísseis, que podem cair a poucos metros dos seus objectivos.
No passado domingo, dia 30 de Maio, quando eu escrevi a reflexão sobre o Império e a droga, ainda não tinha acontecido o brutal ataque contra a frota que transportava alimentos, medicamentos e outros artigos para o milhão e meio palestinos sitiados no pequeno fragmento do que fora a sua própria Pátria durante milhares de anos.
A grande maioria das pessoas gastam seu tempo e esforço para atender às necessidades que lhes são impostas pela vida – entre elas a alimentação, o direito de lazer e estudo, e outros problemas vitais da própria família - não podem parar na procura de informações sobre o que está acontecendo no planeta.
Podemos vê-los em todo o lado, com as expressões de tranquilidade e esperando que os outros vão encontrar soluções para os problemas que os afligem. Podem ser felizes e sorrir. Animam desta maneira todos os que têm o privilégio de observar com serenidade, as realidades que ameaçam todos nós.
A estranhíssima invenção de que a Coreia do Norte tinha afundado a corveta sul-coreana Cheonan,- concebida com tecnologia de ponta, dotada de um eficiente sistema de sonar e sensores acústicos submarinos -, nas suas águas territoriais, teria sido culpada do terrível tragédia que custou a vida a 40 marinheiros sul-coreanos e fez dezenas de feridos

Não era fácil para mim, desvendar o problema. Em primeiro lugar, não tinha como explicar, como seria possível para qualquer governo, por muita autoridade que tivesse, utilizar os mecanismos de comando para dar a ordem de torpedear um navio com insígnia.
Por outro lado não acredito nem por um segundo, na versão de que Kim Jong Il dera essa ordem.
Há falta de provas para se chegar a uma conclusão, mas estava seguro de que a China vetaria um projecto de resolução do Conselho de Segurança para sancionar a Coreia do Norte. Por outro lado, não tinha dúvida alguma de que os Estados Unidos não poderiam evitar o uso de armas nucleares, por parte do incontrolável governo de Israel.
Nas primeiras horas da tarde do dia 01 de Junho começou a levantar-se o véu sobre o que realmente aconteceu.
Eu escutei a 10 e 30 p.m. o conteúdo de uma análise rigorosa do jornalista Walter Martinez, que realiza o programa Dossier, que é estrela na televisão da Venezuela.
Ele concluiu que os Estados Unidos tinham feito acreditar a cada uma das Coreias, no que cada uma alegava, com o objectivo de resolver o problema da devolução do território ocupado pela base de Okinawa, dado que o novo o líder do Japão, fazendo eco dos anseios do que o seu país assim o exigia.
O seu partido tinha ganho um enorme apoio nas eleições por causa das promessas que fez de conseguir a retirada da base militar ali instalada, que era um punhal com mais de 65 anos, no coração do Japão, hoje desenvolvidos e ricos. Através do Global Research é verdadeiramente espantoso saber os detalhes do que aconteceu, graças ao artigo de Wayne Madsen, jornalista de investigação que trabalham em Washington DC, que divulgou informações de fontes de informação da inteligência no site Wayne Madsen Report.
Essas fontes, afirmou – “ ... suspeitam que o ataque contra a corveta de guerra anti-submarina da Marinha da Coréia do Sul, foi um ataque com falsa bandeira, feito para parecer vir da Coreia do Norte ".
Um dos principais propósitos para o aumento das tensões na península coreana era aplicar pressão sobre o primeiro-ministro japonês Yukio Hatoyama, para este mudar sua política sobre a retirada de Okinawa da base do Corpo de Marines dos EE.UU.
Hatoyama admitiu que as tensões sobre o afundamento do Cheonan tiveram uma grande influência sobre sua decisão de permitir que os marines dos EE.UU. permanecessem em Okinawa.
A decisão Hatoyama provocou a divisão no governo de coligação de centro-esquerda, feito saudado em Washington devido á ameaça do líder do Partido Social Democrata Mizuho Fukushima de abandonar a coligação, devido á mudança de atitude em relação a Okinawa.
"O Cheonan foi afundado perto da ilha Baengnyeong, na extremidade ocidental da costa sul-coreana, mas frente á costa da Coréia do Norte.
A ilha está altamente militarizada e dentro do alcance de fogo da artilharia costeira norte-coreana, que está do outro lado de um estreito canal.
"O Cheonan, uma corveta da guerra anti-submarina, tinha sonar com tecnologia de ponta e além disso também operava em águas com amplos sistemas de sonar hidrofónico e sensores acústicos submarinos.
Na Coreia do Sul não existe nenhuma evidência de sonar ou o áudio de um torpedo, submarino ou mini-submarino na área. Para mais, não havia quase nenhuma navegação no canal e o mar estava calmo no momento do naufrágio.
"No entanto, a ilha de Baengnyeong tem uma base de inteligência militar estadounidense-sulcoreana e os SEALS [Forças Especiais] da Marinha dos EE.UU. operam a partir daquela base. Além disso, havia quatro navios da Marinha EE.UU. naquele sector, que faziam parte do exercício Foal Eagle EE.UU - Coreia do Sul, durante o afundamento do Cheonan. Uma investigação do metal e vestígios químicos do torpedo suspeito, mostra que é de origem alemã.
"Há suspeitas de que os SEALS da Marinha dos EE.UU. mantêm uma amostra de torpedos europeus para efeitos de poder tornar plausíveis ataques com bandeira falsa. Além disso, Berlim não vende torpedos à Coreia do Norte e no entanto, a Alemanha tem um programa de estreita cooperação com Israel, para o desenvolvimento de um conjunto de submarinos e armas submarinas.
"A presença de USNS Salvor, um participante nas manobras Foal Eagle, tão perto da ilha Baengnyeong durante o afundamento da corveta sul-coreana, também suscita interrogações.
"O Salvor, um navio civil de resgate e salvamento da Marinha, que participou na actividade de colocação de minas por marines tailandeses no Golfo da Tailândia em 2006, estava próximo no momento da explosão, com uma equipa de 12 mergulhadores de águas profundas.
"Pequim ficou satisfeito com a alegação de inocência de Kim Jong Il da Coréia do Norte depois de uma viagem urgente de comboio de Pyongyang a Pequim, a propósito da suspeita do papel da Marinha dos EE.UU.no afundamento do Cheonan, associada às suspeitas particulares sobre o papel desempenhado pelo Salvor.
As suspeitas são as seguintes.
"1. O Salvor participava numa operação de instalação de minas no fundo do mar; por outras palavras, colocava minas anti-submarinas disparadas horizontalmente no fundo do mar.
"2. O Salvor estava realizando inspecção de rotina e manutenção da minas no fundo do mar, e colocando-as em um modo electrónico activo - disparo por gatilho sensível - como parte do programa de inspecção.
"3. Um mergulhador dos SEALS colocou uma mina magnética em Cheonan, como parte de um programa clandestino destinado a influenciar a opinião pública na Coreia do Sul, Japão e China.
"As tensões na península coreana terão ensombrado convenientemente todos os outros itens da agenda, durante a visita da secretária de Estado Hillary Clinton a Pequim e a Seul."
Assim, de uma forma surpreendentemente fácil, os Estados Unidos conseguiram resolver um importante problema: a liquidar o governo de Unidade Nacional do Partido Democrático Yukio Hatoyama, embora com um altíssimo custo:

1 - Ofendeu profundamente os seus aliados da Coreia do Sul.
2 - Destacou a habilidade e a rapidez com que actuou o seu adversário
Kim Jong II.
3 – Fez sobressair o prestígio da China, cujo presidente, com plena autoridade moral se empenhou pessoalmente e enviou os principais líderes chineses a falar com o Imperador Akihito, primeiro-ministro e outros altos dignitários do Japão.
Os líderes políticos e opinião pública mundial, tem uma prova do cinismo e total falta de escrúpulos que caracterizam a política imperial dos Estados Unidos.

Tradução da responsabilidade de:Juvenal Lucas

quinta-feira, 3 de junho de 2010

MAXI SUPER HIPER FOTOGRAFIAS

BEM ACOMPANHADAS COM MÚSICA Á ALTURA

Como hoje só publicámos coisas feias, para compensar aqui vai um “power point”maravilhoso.
Goze também a música, porque ela também é linda.
Seja feliz – Nós estamos a tentar ajudar


NESTE LINK



PASSATEMPO ANTI-STRESS

Para si que está desesperado, porque foi despedido e com 40 anos ninguém lhe dá emprego
Para si, que depois de uma vida de trabalho tem uma reforma miserável
Para si que não consegue uma consulta médica
Para si que vai ter de levantar o seu pequenote ás 06H00, porque lhe fecharam a escola onde ele andava porque só tinha 20 alunos
Para si, agricultor, que vende a fruta ao intermediário ao preço da uva mijona
Para si pescador, que todos os dias arrisca a vida e vende o peixe por uma miséria

Para si, jovem á procura do primeiro emprego
Para si que
Para si
Para


Vingue-se e
chegue-lhe!!!!
Clique
AQUI


CARTA ABERTA

A UM DIRECTOR PEDAGÓGICO, DIRIGENTE DO PS

Caro senhor
.
Há muito tempo desisti de ler os textos que me envia, pelo facciosismo que sistematicamente demonstra e o que é pior, a pretensa pedagogia de conceitos políticos abstrusos.
Caí na asneira desta vez em relancear os olhos pelo seu texto, e não resisti, porque o senhor começou logo a “matar”:.

.
“Só que matando o Capitalismo estariamos, mais uma vez, a deitar a água fora com o bebé lá dentro e não a salvar o bebé. Tal qual sucedeu na “revolução” russa de 1917”.
( Estaríamos, senhor director pedagógico, tem assento agudo!)

.
Não resisti e avançando na leitura, dei comigo a apetecer-me fazer-lhe algumas perguntas, pois sendo “Director pedagógico” o nível da sua cultura, deveria estar de acordo com a sabedoria inerente ao cargo que desempenha.
Sendo assim, permito-me perguntar-lhe:


1ª - Sabia que em 1917, 80% da economia russa dependia da agricultura?

2ª - Sabia que eram praticamente trabalhadores rurais que sustentavam a aristocracia reinante com os exorbitantes impostos, sobrevivendo numa extrema miséria?

3ª - Sabia que durante a guerra de 14/18 em que o czar Nicolau II lançou a Rússia, a miséria era tanta que se chegou ao extremo de se praticar canibalismo com os mortos, para se conseguir sobreviver?

4ª - Sabia que 80% da população era analfabeta?

5ª – Sabia que em consequência da revolução, na Rússia, a maior parte dos 20% da população que compunha a aristocracia e a classe intelectual (médicos, advogados, cientistas etc. etc.) , fugiram para o estrangeiro…

6ª – Sabia que apesar de todas as dificuldades causadas por uma contra revolução devastadora, há acrescentar uma invasão pelos chamados aliados (franceses, ingleses, e norte-americanos) e pelos japoneses, que invadiram Rússia e saquearam o pouco que restava?

7ª - Percebe facilmente que estas dificuldades caldearam as elites revolucionárias, deram-lhes base de apoio e sobretudo aumentaram a qualidade e a quantidade de verdadeiros e sinceros revolucionários. É dos livros!

8º - Sabe com certeza que na guerra de 1939/1945, além de morrerem 12.000.000 de soldados soviéticos, foram chacinados através das atrocidades mais incríveis 17.000.000 de cidadãos soviéticos (muitos enterrados vivos, para não se gastarem munições) e que os alemães saquearam e destruíram tudo o que foi possível, no sentido de arrasarem a União Soviética!!! Sabe também que aquele número de mortos, é mais do dobro das baixas de todos os povos que entraram nessa guerra, sem levar em linha de conta com as mortes dos alemães e seus aliados?

9ª - A propósito, sabe quantos norte-americanos morreram? Eu digo-lhe: pouco mais de 407.000 soldados e 6.000 civis.
Contrariamente ao que aconteceu com os outros países que entraram na guerra, os Estados Unidos beneficiando dos lucros que a guerra lhes trouxe, passaram a dominar economicamente o mundo, substituindo na maior parte o império britânico, até aí potência dominante.
Através de acordos com os árabes, criaram os petrodólares (todo o negócio de petróleo passou a ser feito em dólares) e no crédito concedido á Europa para a sua reconstrução através do Plano Marshall, os chamados eurodólares.
Conseguiram impor o dólar como moeda de reserva internacional, a partir do Tratado de Bretton Woods, coisa que Nixon unilateralmente deixou de respeitar, a partir de 1956, passando a ter a possibilidade de imprimir dólares indiscriminadamente, situação que está na raiz do problema do “subprime” e da actual crise internacional, que todos nós, trabalhadores europeus, estamos a pagar!!!

10ª - Percebe com certeza, que na União Soviética, só com o empenho dedicado do povo, foi possível após a Grande Revolução de Outubro levar um país, perante tantas dificuldades como as que tiveram de ultrapassar, a tornar-se 60 anos depois, uma super-potência mundial, em quase todos os campos, desde o cultural ao científico, não esquecendo o desporto.

11ª – Uma questão central, que deve ser fácil para si perceber é que as primeiras gerações revolucionárias, tinham um empenhamento diferente das que se seguiram.
Quer um exemplo prático!!!
O senhor que é professor, pergunte aos seus alunos mais jovens, o que foi o 25 de Abril, e verá das expectativas que ele criou e o que a burguesia fez das novas gerações.
Veja onde pára a dimensão revolucionária daquela época e sobretudo a infame deturpação que mascarou os factos mais relevantes da intervenção do povo e do Partido (nem é preciso dizer que este “Partido” é o Partido Comunista Português, porque dito assim, todo mundo sabe que é o PCP, até porque durante 40 anos do fascismo era o único…. ….e não era por acaso!!!), e começará a ter pistas para perceber o que de facto, se passou na União Soviética.
Um exemplo bem significativo, será a questão de ter sido Álvaro Cunhal e não a Mário Soares, que se ficou a dever, entre muitas outras coisas, não ter havido uma guerra civil, após o 25 de Novembro.
A versão corrente, é exactamente ao contrário. O mesmo em relação á tentativa da tomada do poder nessa altura. O Partido Comunista é o acusado e afinal foi ele que evitou a esquerda radical de o fazer.
Ah!!! Ao senhor, como nos parece, que é mais um dedicado “invisual” do PS, ter-lhe-ia que explicar tanta coisa, sobre as empresas nacionalizadas (que hoje são quase todas estrangeiras!!!) sobre as vantagens da Reforma Agrária ( que foi a primeira em todo o mundo, a dar lucro logo no primeiro ano!!!) etc., etc. e mostrar-lhe como foi que o seu partido atraiçoou os interesses do povo português, que me obrigaria a desviar das razões desta missiva.

12ª - Voltando á União Soviética, pense durante uns momentos, como seria possível resistir á tentação da propaganda consumista, que os aliados exerceram por todos os meios possíveis, sob os povos que estavam na chamada “cortina de ferro”, reconhecendo o senhor como confessa um pouco mais adiante, ter sido a desgraça deste país, quando diz:

“a critica séria, necessária, pedagógica, saudável, ao consumismo, que foi a vida dos Cidadãos e das Cidadãs destes últimos 24 anos eu não vi”.

13ª - Esses povos, que no fim da guerra, ficaram na zona de influência soviética, não tinham nenhuns antecedentes revolucionários e tinham de fazer a recuperação dos seus países com muito mais sacrifícios, do que aqueles que ficaram sob a protecção dos norte-americanos.
Ao mesmo tempo eram bombardeados, por todos os meios (Rádios, televisões, panfletos, etc.) pela atractiva propaganda consumista e o mais elevado nível de vida do mundo ocidental.
Por outro lado os soviéticos, saídos de uma destruição total, tinham de desviar as mais-valias produzidas, não para benefício exclusivo do próprio povo soviético, como tinha acontecido até cerca de 1935, mas fazendo igualmente um esforço financeiro tremendo para irem ajudando, na medida do possível, a recuperação dos povos vizinhos.
Ao mesmo tempo tinham de manter um exército e as consequentes despesas militares (que não eram reprodutivas, como as dos americanas eram, para os lobbys militares) para defesa do seu sistema político, quer na União Soviética, quer nos territórios da sua zona de influência, perante as enormes ameaças que os americanos e os seus aliados constituíam.
É evidente que este confronto resultava pelo facto do capitalismo saber os perigos que corria, se permitisse um tranquilo desenvolvimento económico dos soviéticos e seus aliados, no pós-guerra.

14ª - Como acha que no estágio em que a humanidade se encontra, até do ponto de vista biológico, em que os falsos valores em que a esmagadora maioria vai acreditando, defendendo e praticando, nada têm a ver com a ecologia, a paz e a solidariedade, a caminho de uma felicidade que a inteligência tornou apetecível, poderia ter permitido um percurso, que não fosse dialéctico?

15ª – Diz o senhor, dando continuidade a uma crítica subjectiva á Grande Revolução de Outubro:
“no caminho que alguma Esquerda seguiu e ainda segue”.
Repare que não acrescentando “orgulhosa e coerentemente”, ao caminho seguido pela Esquerda, está a fazer uma demonstração prática do seu facciosismo, pois esses adjectivos eram indispensáveis para classificar o que foram e são esses sentimentos, que alimentaram e alimentam, essa Esquerda que evidentemente pretende denegrir!!!
Em síntese, se a esquerda é o trabalho e a direita o capital, não acha que os comunistas e os seus aliados, estão onde pertencem???
E que é possível juntar a eles, alguns verdadeiros socialistas do dito Partido Socialista?

16ª - “Nesta crise ainda não vi um discurso sério dessa Esquerda” .
Para responder á sua “cegueira” veja os vídeos da coluna da direita do meu Blogue
http://olharaesquerda.blogspot.com/ e tem muito por onde se entreter.

17ª – “A critica séria, necessária, pedagógica, saudável, ao consumismo, que foi a vida dos Cidadãos e das Cidadãs destes últimos 24 anos eu não vi. A critica séria ao Desperdício, ao desastre ambiental, ao desgaste sistemático das Pessoas em Portugal, eu não vi”.
Crítica tem assento agudo, senhor director pedagógico!!!)

Só lhe digo o seguinte: Compre o jornal “Avante”, que deve funcionar, para si, como a Cartilha de João de Deus, para os analfabetos.
Ficará espantado, como tanta coisa vital naquela matéria, que lá está descrita, referentes a intervenções nos mais diversos locais e ocasiões, pelos meus camaradas.
Ficará espantado, como é profundamente injusto e até diria mesmo, um crime lesa-cultura, só episodicamente se falar nos jornais, na rádio ou nas televisões, de uma ou outra realização ou intervenção do PCP, tendo em vista as dezenas e dezenas de realizações, que semanalmente são levadas a cabo e só publicitadas nas duas penúltimas páginas do “Avante”, pelo Partido Comunista Português.
Sabe porquê?
Para fingir que o Partido não existe!

18ª – “Porque se pensa, nesta Esquerda, que se “compram” as almas das pessoas com mais e mais salário, mais e mais consumo, mais e mais despesismo, mais e mais telemóveis, nikes, jeans de todo o tipo, habitação de férias, 2º e 3º automóvel, etc, etc, etc”.
Escreveu “nesta Esquerda”, mas queria dizer certamente “nesta Direita”, pois só assim se compreende que no país que desde há muito tem os mais baixos salários da Europa, quem tem acesso a todos aqueles consumos, são os burgueses e não é aí que está a esmagadora maioria da “Esquerda”.
Tem por ventura, alguma coisa a ver com o ser de esquerda, comprar 2º, 3º automóvel, habitações de férias e mais uma quantidade de etcéteras!!!

19ª - Faz o senhor alguma ideia das consequências trágicas, que teve para a maioria do povo soviético, aquilo que o Capitalismo glorifica como “A queda do muro de Berlim” e a instituição do neo-liberalismo capitalista?
E o que conseguimos ler em geral, na imprensa internacional a esse respeito?
Superficialmente é noticiado que dois ou três mafiosos russos, estão entre os homens mais ricos do mundo.
Outros se distinguem por comprar clubes de futebol, e nunca por boas razões.
Quanto á tragédia que constitui para a humanidade e não só para o povo russo, a evolução ideológica da ex- União Soviética, dando origem a que os Estados Unidos deixassem de ter qualquer travão, às suas pretensões hegemónicas e se sentisse quase imediatamente, uma corrida desenfreada á exploração dos trabalhadores e dos povos, criando uma situação internacional explosiva, cujas consequências ainda agora começamos a sentir na pele.
Por outro lado, ao ser ocultado pela imprensa internacional, a enorme importância e significado do saque levado a cabo por Boris Iéltsin e a sua camarilha, às riquezas do seu país, bem como a transformação da economia da Rússia, numa orgia neo-liberal, essa terapia económica de choque com privatizações em massa, na primeira metade da década de 90, foi responsável pela morte prematura de um milhão de pessoas.
Posteriormente um estudo, publicado na Inglaterra na revista de medicina “Lancet”, justificou a morte de três milhões de habitantes da ex-União soviética, entre homens em idade economicamente activa, como vítimas dessas privatizações em massa e da consequente ruptura do tecido social.
O grau de sofrimento, provocado pela repentina transição económica, causou um aumento generalizado do alcoolismo e um aumento significativo das doenças mentais e físicas, bem como a rotura da assistência social e do sistema de saúde.
O povo soviético que quase sempre levara uma vida de sacrifício para capitalizar o seu desenvolvimento e defender o seu sistema de vida, com os olhos postos no futuro, de repente vêem uma seita de autênticos malfeitores organizados em máfias, espoliá-los e partirem por esse mundo fora, a esbanjar numa orgia de luxo, as economias que tanto sacrifício tinha custado, a múltiplas gerações.
Olhe, caro director pedagógico, vou-lhe dizer uma coisa….
Recordar tudo isto, sabendo de antemão que pouco ou nenhum efeito terá sobre a sua abalizada opinião
Tentar defender aos seus olhos, um projecto de vida generoso, fraterno, solidário e onde não haja a exploração do homem pelo homem, a um fiel seguidor do projecto do Partido Socialista, que constantemente utiliza as palavras para iludir a esperança de um povo.
Decididamente, ir muito mais além, é muito frustrante.
Continuei a ler o seu texto até ao fim, mas faltou-me paciência para continuar a analisar os seus argumentos incongruentes, pois já chegamos á conclusão, que na sua cabeça vai uma grande confusão.
Não nos sentimos com coragem para continuar, porque sentimos que será um desperdício.
É tudo tão evidente!!!
É tudo tão claro!!!
Para mim, caro director pedagógico, ….chega!!!


Para quem tenha dúvidas que é justo considerar uma perda de tempo, argumentar com mentalidades desta natureza, deixo o texto completo que recebi do tal senhor “Director Pedagógico" AQUI
VIDEO CÓMICO

ESCONDE ATAQUE DE MALWARE NO FACEBOOK

Recebemos avisos, para nos precavermos contra vírus que grassam na Internet, cuja origem normalmente é de pessoas que gostam de brincar com coisas sérias..
São de uma maneira geral falsos alarmes, como verificamos após consulta ao site da Symantec, em
"Pesquisa"
Desta vez o aviso vem de fonte segura e trata-se de um vídeo cómico, que esconde um ataque de malware no Facebook.
A noticia que nos alertou dizia assim:
“Vários utilizadores estão a deixar hackers acederem aos seus dados pessoais do Facebook, enganados por um esquema com um vídeo cómico.
É supostamente um vídeo "hilariante" publicado nos murais dos utilizadores do Facebook. Ao clicar para o ver, o utilizador é convidado a inserir os seus dados de acesso e a descarregar um "Media Player HD" e um "FLV Player". Estes dois nomes não são mais do que aplicações criadas para roubar os dados pessoais das vítimas, explica a CNN.
Alguns utilizadores, dependendo do país de onde se ligam, são convidados também a participar num concurso para ganhar um iPad. Em troca, têm apenas de fornecer a sua morada”.

Veja um vídeo que explica todo o processo em inglês
AQUI

quarta-feira, 2 de junho de 2010

A PENSAR NO PS, PSD E CDS

Os arrasadores governos que temos tido depois do 25 de Abril e mais especificamente de há 5 anos para cá, justificam e dão conteúdo á filosofia do “power point”.


NESTE LINK
A CRISE NA GRÉCIA

ARRASADORES ARGUMENTOS DE

DANIEL COHN-BENDIT,
NO PARLAMENTO EUROPEU


No vídeo legendado em português que publicamos a seguir, podemos assistir a uma intervenção de Daniel Cohn-Bendit, sobre a actual crise económica que se abateu sobre a Grécia e no rasto da qual, também Portugal e a Espanha estão seriamente envolvidos, por alguns dos mesmos motivos.
Cohn-Bendit, faz duas sugestões que poderiam ter imensa influência na solução da crise.
A primeira apela á solidariedade dos países representados no Parlamento Europeu para a criação de um Fundo Monetário Europeu que protegesse os países dos especuladores financeiros.
A segunda diz respeito especificamente á Grécia, sugerindo iniciativas da União Europeia, no sentido de negociando com a Turquia, procurar garantir a integridade territorial da Grécia, diminuir a tensão militar existente entre estes dois países, desde que a Turquia ocupou o norte de Chipre.
Classificando de hipocrisia o comportamento de alguns países europeus, que por exemplo emprestam á Grécia dinheiro, para depois lhe venderem 6 fragatas por 2.500 milhões de Euros, helicópteros a 400 milhões cada um, mais cerca de 3.000 milhões de Euros de caças Rafale, além de 6 submarinos.
De facto é paradoxal que um país com 11.000.000 de habitantes tem um exército de 100.000 soldados, enquanto o maior país da União Europeia, a Alemanha com mais de 80.000.000 de habitantes, tem um exército de 200.000 soldados.
Proporcionalmente á Alemanha, Portugal tem o dobro dos efectivos, o que levanta igualmente uma importantíssima questão:

Para quê, um corpo militar desta dimensão???


O DIREITO Á INDIGNAÇÃO!!!


ABSOLUTA REBALDARIA NA ADMINISTRAÇÃO

DOS DINHEIROS PÚBLICOS


Segundo a Revista Sábado (http://www.sabado.pt/epapper/) deste fim-de-semana, 29 de Maio de 2010, o Estado Português, e o Primeiro Ministro José Sócrates, que nos mandam ter contenção nas despesas e, nos querem reduzir os vencimentos e subsídios de desemprego, e aumentar os impostos para pagarem a dívida pública, esbanjam assim o nosso dinheiro:

241.000.000,00 de Euros, em derrapagens de apenas 5 obras, devido a falhas e erros de gestão
189.200.000,00 Euros, em estudos, projectos e consultorias apesar de já terem Consultores próprios nos Ministérios
92.900.000,00 Euros, em estudos para o TGV
90.800.000,00 Euros, em combustível
12.964.168,00Euros, em decorações, iluminações e cabazes de Natal
9.633.836,00 Euros, em festas e foguetes de inaugurações
9.200.000,00Euros, no estudo para o novo aeroporto de Lisboa
4.324.163,13 Euros, em festas que vão da do leitão, da sardinha, das flores, do fado, etc.
3.810.661,00 Euros, em concertos
2.591.419,00 Euros em fogo-de-artifício
2.352.679,00 Euros em Avião e Comboio
2.000.000,00 Euros, no viaduto inacabado de V.F. Xira que acaba numa encosta e dá para lado nenhum
1.983.559,84 Euros, em tendas para feiras e festas
1.622.513,00 Euros, em esculturas, uma delas de Joana Vasconcelos
1.346.034,00 Euros, em trabalhos para o Estado da Univ. Católica
1.225.093,00 Euros, em brindes (pins, panamás e guardas-chuva)
1.104.820,80 Euros, já gastos no centenário da República que ainda vai ser festejado só a 5-Out.-2010
817.000,00 Euros, num estudo à SGPS de Carmona Rodrigues sobre o novo aeroporto de Lisboa
805.258,00 Euros, nas comemorações do Dia de Portugal
677.680,11 Euros, em inaugurações de exposições e obras
476.000,00 Euros, pagos a José Miguel Júdice pelo trabalho de uma semana para o Taguspark
457.940,93 Euros, nas comemorações do 25 de Abril
331.200,00 Euros, em concertos de Tony Carreira
297.900,00 Euros, para o avaliar o impacto das Novas Oportunidades pagos à Univ. Católica
263.200,00 Euros, para o cantor José Carreras pagos pela Câmara Municipal de Santarém
256.303,00 Euros, para concertos do Quim Barreiros
219.000,00 Euros, em chamadas de telemóvel do Gabinete de José Sócrates
210.000,00 Euros, em BMW para o Banco de Portugal
208.103,00 Euros, em cafés
129.000,00 Euros, para a tenda da Feira do Cavalo em Ponte de Lima (mais cara que uma casa?)
117.085,18 Euros, pagos à Toys ?R? Us só por 6 Câmaras Municipais
114.000,00 Euros, em uma cerimónia de 3 horas para atribuir prémios a PME?s
111.115,00 Euros, para figurantes e catering dados pela Câmara do Funchal a uma telenovela
78.050,00 Euros, na manutenção dos jardins da COPM - Casa Oficial do Primeiro Ministro *
73.000,00 Euros, em almofadas de arremesso para o Carnaval, pela Câmara M. de Loulé
63.000,00 Euros, em flores só para a residência do Primeiro Ministro *
57.000,00 Euros, em cocktails
52.000,00 Euros, em passagens aéreas só da Universidade do Algarve
50.275,24 Euros, na instalação de painéis fotovoltaicos na COPM - Casa Oficial do P. Ministro *
42.000,00 Euros, em bilhetes de tourada oferecidos pela Câmara M. de Santarém
30.000,00 Euros, em garrafões de água
21.445,00 Euros, em Bolos-Rei só na Câmara Municipal de Cascais
16.725,00 Euros, em canetas e salvas dados pela C.M. Matosinhos na aposentação de 1 Prof.
16.250,00 Euros, para um cocktail da Autoridade Nacional de Comunicações
13.532,00 Euros, em espumante
11.341,00 Euros, na substituição da caixilharia da cave da COPM *
10.404,00 Euros, em refeições ao domicilio da COPM *
10.000,00 Euros, a Quim Barreiros para a inauguração do Parque Municipal de Caminha
9.107,00 Euros,
nas comemorações dos 100 dias de governo (qual?)
9.830,00 Euros, na remodelação da caixa e substituição sistema de rega do jardim da COPM *
9.784,00 Euros, na compra de vestuário de cerimónia para os funcionários dos cemitérios
9.565,43 Euros, na melhoria das infra-estruturas eléctricas e rede de água da COPM *
7.650,00 Euros, na compra de bolas e leques pela Câmara Municipal de Oeiras
7.278,60 Euros, em espumante gasto pelo SMAS de Loures em espumante
6.840,00 em vinho tinto do Douro para a COPM - Casa Oficial do Primeiro Ministro *
6.965,00 Euros, na prestação de serviço do audiovisual da COPM *
6.960,00 Euros, na compra de rebuçados só na Câmara Municipal de Loulé
6.075,00 Euros, em búzios de cristal e vidro colorido na Câmara Municipal de Sines
4.959,08 Euros, na melhoria das instalações da PSP e portaria da COPM *
4.200,00 Euros, em Whisky novo gasto Regimento de Transmissões
2.179,00 Euros, na compra de 2 tapetes de Arraiolos pelo Secretário de Estado do Comércio


* E José Sócrates nem vive na sua Casa Oficial

Estes números são apenas um pequeno exemplo, já que a lista não tem fim!!!

terça-feira, 1 de junho de 2010

UMA RAZÃO PORQUE

ESTAMOS NA FALÊNCIA!!!


LISTA MAIS COMPLETA DA QUE PUBLICÁMOS
NO PASSADO DIA 28 DE MAIO

420.000,00 € - FERNANDO PINTO - TAP administrador
371.000,00 € - FARIA DE OLIVEIRA - CGD administrador
365.000,00 € - HENRIQUE GRANADEIRO - PT administrador
250.040,00 € - GUILHERME COSTA - RTP administrador
249.448,00 € - VITOR CONSTÂNCIO-BANCO DE PORTUGAL administrador
247.938,00 € - FERNANDO NOGUEIRA - ISP administrador
245.552,00 € - CARLOS TAVARES - CMVM Presidente
233.857,00 € - VITOR SANTOS - ERSE administrador
224.000,00 € - AMADO DA SILVA - ANACOM administrador
200.200,00 € - MATA DA COSTA - CTT Presidente
134.197,00 € - JOSÉ PLÁCIDO REIS - Parpublica administrador
133.000,00 € - GUILHERMINO RODRIGUES - ANA administrador Rodrigues
126.686,00 € - PEDRO SERRA - ADP administrador
96.507,00 € - ANTÓNIO OLIVEIRA FONSECA - Metro Porto administrador
89.299,00 € - AFONSO CAMÕES - LUSA administrador
69.110,00 € - CARDOSO DOS REIS - CP administrador
66.536,00 € - LUIS PARDAL - REFER administrador
66.536,00 € - JOAQUIM REIS - Metro Lisboa administrador
58.865,00 € - JOSÉ MANUEL RODRIGUES - CARRIS administrador
58.859,00 € - FERNANDA MENEZES - STCP administradora

3.706.630,00 € - TOTAL

VALOR DO ORDENADO ANUAL (12 MESES+SUBSÍDIO DE NATAL+SUBSÍDIO DE FÉRIAS) - 51.892.820,00 €

MÉDIA DE PRÉMIOS - 926.657,50 €

TOTAL FINAL - 52.819.477,50 €

VALOR MÉDIO DE UM FUNCIONÁRIO PÚBLICO - 900,00 €
PARA LER O TEXTO A ENTREGAR NA EMBAIXADA DE ISRAEL,
AMANHÃ QUARTA-FEIRA, DIA 2 DE JUNHO ÁS 18H00 CLIQUE AQUI
SE NÃO LUTARMOS !!!

NÃO VAI DAR EM NADA!!!

SÓ A LUTA DOS POVOS, PODE
ALTERAR ESTA REALIDADE !!!

“Segundo diplomatas das Nações Unidas citados pelas agências, foi um desacordo entre Turquia, país redactor, e os Estados Unidos, tradicional protector de Israel na ONU, que impediu uma aprovação mais rápida do texto.
A versão inicial incluía uma condenação explícita de Israel por ter lançado o assalto militar à frota”.

DIÁRIO DE NOTICIAS

ONU exige investigação sobre raide a frota humanitária
Conselho de Segurança da ONU reúne-se de urgência

CORREIO DA MANHÃ

Banho de sangue em barco de ajuda
Uma dezena de activistas pró-palestinianos mortos a tiro

PÚBLICO

Conselho de Segurança da ONU condena ataque israelita contra activistas
O Conselho “apela a lançar sem demoras um inquérito imparcial, credível e transparente de acordo com os critérios internacionais”

JORNAL I

ONU condena ataque à frota humanitária, mas não censura Israel
Do ataque resultaram 19 mortos e dezenas de feridos.
Líbano e Autoridade Palestiniana, exigiram também que o Conselho de Direitos Humanos na ONU reunisse ainda hoje na presença de representantes da Liga Árabe e países da Conferência Islâmica, depois de considerarem a acção de Israel "uma gravíssima violação do direito internacional".

JORNAL DE NOTICIAS

UE condena "massacre" de frota humanitária para Gaza.
O Conselho de Segurança da ONU "pede que seja iniciada sem demoras uma investigação imparcial, credível e transparente de acordo com os critérios internacionais".
A declaração foi aprovada após uma sessão do Conselho que se prolongou por mais de 12 horas.

Forças israelenses atacam frota naval de ajuda humanitária em Gaza