Mensagem

Mensagem

segunda-feira, 31 de maio de 2010

PECMAN

NOVA SOCRÁTICA VERSÃO DO VELHO PACMAN





Que me perdoem alguns leitores mais pudicos, a publicação deste “power point”, que utilizando uma linguagem algo vernácula, e uns personagens demasiado cabotinos, termina por apresentar dois personagens a que a história da desgraça humana, classificará não como os maiores amantes, mas como os maiores tratantes da latinidade nos últimos tempos.

NESTE LINK


COMO FOI POSSÍVEL???

UM BRILHANTE TEXTO DE
URBANO TAVARES RODRIGUES


Pertenço a uma geração que se tornou adulta durante a II Guerra Mundial. Acompanhei com espanto e angústia a evolução lenta da tragédia que durante quase seis anos desabou sobre a humanidade.
Desde a capitulação de Munique, ainda adolescente, tive dificuldade em entender porque não travavam a França e a Inglaterra o III Reich alemão. Pressentia que a corrida para o abismo não era uma inevitabilidade. Podia ser detida.
Em Maio de 1945, quando o último tiro foi disparado e a bandeira soviética içada sobre as ruínas do Reichstag, em Berlim, formulei como milhões de jovens em todo o mundo a pergunta
«Como foi possível?»
Hitler suicidara-se uma semana antes. Naqueles dias sentíamos o peso de um absurdo para qual ninguém tinha resposta. Como pudera um povode velha cultura, o alemão, que tanto contribuíra para o progresso dahumanidade, permitir passivamente que um aventureiro aloucado exercesse durante 13 anos um poder absoluto. A razão não encontrava explicação para esse absurdo que precipitou a humanidade numa guerra apocalíptica (50 milhões de mortos) que destruiu a Alemanha e cobriu de escombros a Europa?
Muitos leitores ficarão chocados a por evocar, a propósito da crise portuguesa, o que se passou na Alemanha a partir dos anos 30.
Quero esclarecer que não me passa sequer pela cabeça estabelecer paralelos entre o Reich hitleriano e o Portugal agredido por Sócrates. Qualquer analogia seria absurda.
São outros o contexto histórico, os cenários, a dimensão das personagens e os efeitos.

Mas hoje também em Portugal se justifica a pergunta «Como foi possível?»
Sim. Que estranho conjunto de circunstâncias conduziu o País ao desastre que o atinge? Como explicar que o povo que foi sujeito da Revolução de Abril tenha hoje como Primeiro-ministro, transcorridos 35 anos, uma criatura como José Sócrates? Como podem os portugueses suportar passivamente há mais de cinco anos a humilhação de uma política autocrática, semeada de escândalos, que ofende a razão e arruína e ridiculariza o Pais perante o Mundo?
O descalabro ético socrático justifica outra pergunta: como pode um Partido que se chama Socialista (embora seja neoliberal) ter desde o início apoiado maciçamente com servilismo, por vezes com entusiasmo, e continuar a apoiar, o desgoverno e despautérios do seu líder, o cidadão Primeiro-ministro?
Portugal caiu num pântano e não há resposta satisfatória para a permanência no poder do homem que insiste em apresentar um panorama triunfalista da política reaccionária responsável pela transformação acelerada do país numa sociedade parasita, super endividada, queconsome muito mais do que produz.
Pode muita gente concluir que exagero ao atribuir tanta responsabilidade pelo desastre a um indivíduo. Isso porque Sócrates é, afinal, um instrumento do grande capital que o colocou à frente do Executivo e do imperialismo que o tem apoiado. Mas não creio neste caso empolar o factor subjectivo.
Não conheço precedente na nossa História para a cadeia de escândalos maiúsculos em que surge envolvido o actual Primeiro-ministro.
Ela é tão alarmante que os primeiros, desde o mistério do seu diploma de engenheiro, obtido numa universidade fantasmática (já encerrada), aparecem já como coisa banal quando comparados com os mais recentes.
O último é nestes dias tema de manchetes na Comunicação Social e já dele se fala além fronteiras.
É afinal um escândalo velho, que o Presidente do Supremo Tribunal e o Procurador-geral da República tentaram abafar, mas que retomou actualidade quando um semanário divulgou excertos de escutas do caso Face Oculta. Alguns despachos do procurador de Aveiro e do juiz de instrução criminal do Tribunal da mesma comarca com transcrições de conversas telefónicas valem por uma demolidora peça acusatória reveladora da vocação liberticida do governo de Sócrates para amordaçar a Comunicação Social.
Desta vez o Primeiro-ministro ficou exposto sem defesa. As vozes de gente sua articulando projectos de controlo de uma emissora de televisão e de afastamento de jornalistas incómodos estão gravadas. Não há desmentidos que possam apagar a conspiração.
Um mar de lama escorre dessas conversas, envolvendo o Primeiro-ministro. A agressiva tentativa de defesa deste afunda-o mais no pântano. Impossibilitado de negar os factos, qualifica de «infame» a divulgação daquilo a que chama «conversas privadas».
Basta recordar que todas as gravações dos diálogos telefónicos de Sócrates com o banqueiro Vara, seu ex-ministro foram mandadas destruir por decisão (lamentável) do Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, para se ter a certeza de que seriam muitíssimo mais comprometedoras para ele do que as «conversas privadas» que tanto o indignam agora, divulgadas aliás dias depois de, num restaurante, ter defendido, em amena «conversa» com dois ministros seus, a necessidade de silenciar o jornalista Mário Crespo da SIC Noticias.
Não é apenas por serem indesmentíveis os factos que este escândalo difere dos anteriores que colocaram José Sócrates no banco dos réus do Tribunal da opinião pública. Desta vez a hipótese da sua demissão é levantada em editoriais de diários que o apoiaram nos primeiros anos e personalidades políticas de múltiplos quadrantes afirmam sem rodeios que não tem mais condições para exercer o cargo.
O cidadão José Sócrates tem mentido repetidamente ao País, com desfaçatez e arrogância, exibindo não apenas a sua incompetência e mediocridade, mas, o que é mais grave, uma debilidade de carácter incompatível com a chefia do Executivo.
Repito: como pode tal criatura permanecer como Primeiro-ministro?
Até quando, Sócrates, teremos de te suportar?
"Como explicar que o povo que foi sujeito da Revolução de Abril tenha hoje como Primeiro-ministro, transcorridos 35 anos, uma criatura como José Sócrates? Como podem os portugueses suportar passivamente há mais de cinco anos a humilhação de uma política autocrática, semeada de escândalos, que ofende a razão e arruína e ridiculariza o País perante o Mundo?"

domingo, 30 de maio de 2010

É SÓ BRONCAS!!!

Notícia copiada do Expresso:

“A manifestação da CGTP arrancou hoje, pelas 16h00 do Marquês de Pombal em direcção à Praça dos Restauradores, com largas centenas de pessoas vindas de todo o país a responderem ao apelo da central sindical”.

Esqueceram-se de colocar milhares depois das centenas!!!

Saloice ou gralha?

O “CORREIO DA MANHÃ ”

Depois de informarem que a CGTP, afirmava serem 300 mil manifestantes, o CM, resolve corrigir:

“Isto faria do protesto a maior manifestação do País, mas estavam notoriamente menos pessoas do que em Maio de 2009, quando foram contabilizados 200 mil manifestantes”.
E de todos os cartazes e palavras de ordem, só fizeram referência a esta:
«muitos gritaram que queriam ir para a reforma sem perder direitos"».
Nós estivemos lá e garantimos que nunca ouvimos, mas se gritaram, é mais do que justo
Pagaram e bem para terem esse direito!!!
Ou já se esqueceram???

Na RTP

Na RTP, no noticiário das 13 horas de hoje, reproduziram uma intervenção de Passos Coelho, que já tínhamos ouvido noutro lado, onde ele referia e classificava “a manifestação de 300.000 pessoas de muito significativa”.
Quando depois de a locutora referir esta intervenção de Passos Coelho e colocaram em directo a reportagem, quando chegou ao momento exacto em que ele ia dizer que a manifestação dos 300.000 tinha sido muito significativa………..cortaram-lhe o pio!!!
Fez cá uma dor aquele “significativo” mar de gente!!!!

SOCRÁTICO PINÓQUIO

Ontem o gabinete do primeiro-ministro deu a entender aos jornalistas, que o encontro-surpresa em casa de Chico Buarque tinha acontecido, a pedido expresso do músico-escritor, e que tudo tinha acontecido por intermédio do gabinete de Lula.
Em declarações ao Público, Chico explica:
"Foi o vosso ministro quem pediu o encontro. Aliás nem fazia muito sentido eu pedir um encontro e o primeiro ministro vir à minha casa".
Chico Buarque tem toda a razão. Não valia a pena era terem tentado contar a versão errada.. .
Ao que isto chegou...uma vergonha...uma miséria...que tristeza!!!

BEM PREGA O FREI TOMAZ!!!

Grande parte dos membros do gabinete de Pedro Passos Coelho na sede nacional do partido foram nomeados assessores do grupo parlamentar do PSD, sendo assim remunerados pela Assembleia da República, avança a edição do SOL esta sexta-feira .
É o caso, segundo o despacho publicado esta segunda-feira em Diário da República, de Carlos Sá Carneiro, Bruno Vitorino, Marta Sousa, Rudolfo Rebelo e Rui Baptista

sábado, 29 de maio de 2010


VENEZA

UMA APRESENTAÇÃO COM
UMA FORMA DE VER ORIGINAL

O ”power point” de hoje, é composto de fotos panorâmicas de Veneza.
Para ver nesse formato, não dá para avançar com o rato
Para ver as fotos panorâmicas, é preciso deixar que as imagens avancem automaticamente. Aí, a foto abre e, segundos após, começa a deslizar para um lado e, posteriormente para o outro.



NESTE LINK

Aviso do Ministério da Saúde Britânico sobre as lâmpadas economizadoras de energia
Estes tipos de lâmpadas que são chamadas de poupança de energia ou lâmpadas de baixa energia, se elas se partem causam sério perigo!
Tanto que todos vão ter que sair da sala, pelo menos, durante 15 minutos.
Porque elas contém mercúrio (venenoso), que causa a enxaqueca, a desorientação, os desequilíbrios e diferentes outros problemas de saúde quando inalado.
E muitas pessoas com alergias, causa-lhes a condição de pele e outras doenças graves apenas tocando esta substância ou inalando.
Devem ser limpos através de vassoura ou escova normal e mantidos num saco lacrado e jogado bem fora de casa no lixo para materiais perigosos.
Além disso, o ministério alertou para não limpar os restos da lâmpada partida, com o aspirador de pó, pois iria espalhar a contaminação para outros lados da casa quanto estiver a usar o aspirador de pó novamente
Aviso: O mercúrio é perigoso, até mais venenoso que o chumbo ou arsénio!!



35 anos depois da morte física do ditador Francisco Franco a opinião pública internacional assiste estupefacta à perseguição movida ao Juiz Baltasar Garzón, acusado do delito de “prevaricação” por se ter considerado competente para investigar os crimes do franquismo.
Os Crimes Contra a Humanidade não têm amnistia, nem prescrevem nunca
.

PARA SUBSCREVERES A PETIÇÃO CLICA AQUI


"O TANQUE "
Bertold Brecht

O vosso tanque, general
É um carro forte
Derruba uma floresta
esmaga cem homens,
Mas tem um defeito
Precisa de um motorista
O vosso bombardeiro, general
É poderoso:
Voa mais depressa que a tempestade
E transporta mais carga que um elefante
Mas tem um defeito
Precisa de um piloto.
O homem, meu general, é muito útil:
Sabe voar, e sabe matar
Mas tem um defeito
Sabe pensar.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

A BELEZA EM MOVIMENTO

Confesso que estive para escolher outro “power point” para colocar hoje!!!
Acontece que acabei de escrever os textos que publicamos a seguir, e os seus conteúdos, são de tal maneira deprimentes, que achei quase impróprio, colocar tanta beleza perante os vossos olhos e os vossos sentidos em contraste com o lado mais negativo da vida, que nos é proporcionado pelos políticos corruptos, desonestos, imorais, com as suas vigarices, perfídias, incompetências e falcatruas, que temos de suportar diariamente.
A plasticidade das imagens, a suprema beleza da música........ em confronto com o que de mais aviltante tem a política.
É um contraste excessivo, entre a perversão e a mais fascinante beleza.
Mas enfim…é a vida no seu contrastante limite!!!
O melhor e o pior que ela tem!!!!


NESTE LINK


PARA JUNTAR AOS

TACHOS DA APRESENTAÇÃO

Faria de Oliveira: CGD, 371 000 euros;
Vítor Constâncio: Banco de Portugal, 249 448 euros;
Carlos Tavares: CMVM, 245 552 euros;
Guilherme Costa: RTP, 250 040 euros;
Fernando Pinto: TAP, 420 000 euros;
Henrique Granadeiro: PT, 365 000 euros;
Cardoso dos Reis: CP, 69 110 euros;
Luís Pardal: Refer, 66 536 euros;
José Manuel Rodrigues: Carris, 58 875 euros.

A estes valores acresce carro com motorista, cartão de crédito, telefone, ajudas de custo, subsídios de representação e de compensação, participação na distribuição dos lucros e uma reforma milionária por tempo curto de serviço.

Numa coisa o primeiro-ministro tem razão: o sacrifício é de todos e nem os políticos vão escapar ao aumento de impostos.
Políticos, e também gestores públicos, vão sofrer um corte de 5% nos seus salários.
Mas quanto vão perder, na prática, os altos responsáveis deste país?
O presidente da República Cavaco Silva, que ganha 7.631 euros por mês, vai passar a receber menos 382 euros para um total de 7.249 euros, de acordo com as contas do «Jornal de Negócios».
O ministro das Finanças Teixeira dos Santos vai auferir menos 330 euros para 6.265 euros.
Mas é Faria de Oliveira um dos mais penalizados por esta medida.
O presidente da Caixa Geral de Depósitos vai perder 1.325 euros dos actuais 26.500 euros mensais para 25.175 euros.

É UM GRANDE SACRIFÍCIO!!!


NESTE LINK



ANGELA MERKEL

NICOLAS SARKOSY

ONDE A PRIMEIRA É FILHA DE HITLER
E SARKOSY É UM CLONE DE PETAIN......


Ao ouvir há dias um programa da rádio sobre a actual situação económica da Europa, os seus participantes concluíam unanimemente que a União Europeia, estava totalmente na dependência da Alemanha, quanto aos critérios e soluções para sair da crise e que seria esta a determinar as exigências a fazer aos povos europeus o nível dos sacrifícios a serem exigidos, pelos governas respectivos.
Estas afirmações fizeram vir á memória, recordações de tempos idos, em que a Alemanha sob a batuta do nazismo, tentou dominar a Europa e não só.
Recordámos tristemente, que a Alemanha está
hoje na eminência de conseguir pacificamente, concretizar um dos principais objectivos de Hitler.....
Dominar economicamente a Europa!

Angela Merkel, está a consegui-lo!!!
Nem é preciso ocupá-la territorialmente!!!

É mais barato!!!E tem os seus cães de fila, candidatos a "Petainzinhos",que o fazem por ela!!!
De facto, ao depender da Alemanha, a principal esperança de financiamento da União Europeia, neste sufoco em que os países se encontram, devido á crise mundial criada pelos norte-americanos com início no problema do “Sub-prime”, a Alemanha pode impor aos restantes países europeus, o nível de sacrifícios e exploração, que entender.
Na procura de imagens que ilustrassem a ideia das enormes semelhanças que existiram no passado entre Petain e Hitler e no presente entre Sarkosy e Angela Merkel, pedimos ajuda, para no Photoshop nos arranjarem uma imagem de Angela Merkel com bigodinho á Hitler e uma imagem de Sarkosy, com o característico boné do marechal Petain, ideia que julgávamos ser uma originalíssima ironia de congeminação pessoal.
Foi na resposta que recebi, que deu para perceber que a nossa excêntrica ideia nada tinha de original e corriam muitas versões sobre a matéria na Internet.
Entre elas, correm várias versões de que Angela Merkel é filha de Hitler!!!
É uma história tão incrível, que temos sérias dúvidas sobre a sua veracidade.
No entanto depois de saber e ter a confirmação, que Sócrates era cliente da exclusivíssima Loja Byjan em Beverly Hills, onde um fato custa 35.000 dólares, como relatei no último texto publicado neste Blogue, tenho de admitir que estamos num mundo louco, que a história que li de Angela Merkel até é mais verosímil, que o novo-riquismo do nosso primeiro-ministro como cliente de uma luxuosa loja de Beverly Hills.
Eis uma das espantosas versões, sobre a ligação de Angela Merkel a Hitler, que li na internet:



.
.
.
ANGELA MERKEL

É FILHA DE

ADOLFO HITLER!!!!
.
.
.
.
.


«Angela Merkel nasceu na Alemanha Democrática, o lado comunista da Alemanha, em 1954. A sua biografia diz que nasceu em 17 de Julho de 1954, filha de um pastor luterano alemão. Recentemente, com o acesso aos arquivos da KJB Soviética revelaram uma história inteiramente diferente. Através dos arquivos da Stasi, indicam que ela nasceu em 20 abril de 1954, e os detalhes de seu nascimento foram incluídos nos registos do médico alemão Dr. Karl KLAUBERG, que foi um dos "médicos" nazistas, presos e condenados pelos tribunais soviéticos. Quando mais tarde foi reconhecido como um brilhante cientista, foi libertado. Sete anos depois, foi reconhecido como pai da inseminação artificial. Os soviéticos ficaram ainda mais intrigados quando descobriram que o Dr. KLAUBERG tinha preservado amostras congeladas do esperma de Adolf Hitler. Altos funcionários nazis tinham decidido tentar produzir uma criança com o esperma do Hitler, obviamente, para fins de ocultistas e iluministas. O Dr. KLAUBERG então trouxe a irmã mais nova de Eva Braun (esposa de Hitler), cujo nome era Gretl, para a Alemanha Oriental, e como resultado da experiência, não produziu um filho biológico de Hitler, mas sim uma filha, Angela Merkel».

Estávamos habituados, a considerar a França um expoente poderoso, não só da economia europeia como de valores culturais e democráticos, que foram em muitas ocasiões da história, faróis de liberdade e progresso.
Hoje um aspecto muito perturbador, é a particular relação de cumplicidade existente ente os presidente Sarkosy e Angela Merkel, que imediatamente nos traz á memória as afinidades ideológicas entre Petain e Hitler, em 1939, que justificaram a vergonhosa capitulação da França.
O acordo entre Hitler e Petain, fruto dessa afinidade ideológica, levou a Alemanha a limitar a ocupação da França, somente até á parte já invadida militarmente, na medida a identidade de principios ideológicos com o governo de Vichy, davam totais garantias de fidelidade na colaboração.
As traições e complacências do Governo colaboracionista e de uma parte significativa dos franceses, criou nos aliados tal desconfiança, que o general De Gaulle teve imensas dificuldades para ultrapassar e para se afirmar como representante da Resistência francesa.

O papel secundário e insignificante que Wiston Churchil lhe atribuiu durante toda a 2ª Grande Guerra Mundial, chegaram ao ponto de levar De Gaulle a negociar a sua transferência para a União Soviética.
É voz corrente dizer-se, “A história nunca se repete”.

Sempre assim foi, mas na verdade, as circunstâncias actuais, são tão parecidas com as de 1939, sob o ponto de vista político, económico e financeiro, que a sua confirmação, é a única esperança que resta às populações europeias.
A Alemanha, parece estar novamente na disposição de criar sérios problemas ás restantes nações da União Europeia.
E a França está a assobiar para o lado!!!
A cada dia que passa, torna-se mais evidente a França, tem em Nicolas Sarkosy um presidente, cujo projecto é no essencial, ideológicamente semelhante ao que o marechal Petain tinha para a França colaboracionista.
Senão vejamos:
Petain em 1940, quando chegou ao poder tinham uma comunidade dividida e perturbada.

Dramaticamente prometeu mudar a França, gerar rapidamente uma grande transformação nacional, após a sua tomada do poder.
Sob o slogan "Travail, Patrie, Famille", a conivência da maioria dos grandes grupos financeiros, e a neutralidade de uma parte significativa da população a França liberal, tornou-se num país que era fascista ou nacional-socialista em tudo, menos na designação.
Considerava a experiência da frente popular, os judeus, os comunistas e os imigrantes, como movimentos e grupos sociais perigosos, que deviam ser excluídos da sociedade.
O governo de Vichy dominava politicamente pelo medo.


Sarkozy foi eleito em 06 de Maio de 2007, com o apoio esmagador de eleitores acima de 65 anos, muitos dos quais assustados com as "agitações civis” dos imigrantes que vivem nas periferias, especialmente nos dois meses de enormes protestos populares em 2005.
Logo no seu primeiro discurso, disse que tinha chegado a hora de uma mudança radical para a França.
Dando como exemplo «honrar o valor do trabalho bem como a autoridade, os princípios morais e de respeito».

Sarkosy demonstra não ser ideológicamente muito diferente de Petain, ao afirmar :

“a França não recorda o regime de Vichy, ou a guerra da Argélia, de uma maneira justa, como parte da essência da França, sua identidade fundamental”.

Considera a herança de Maio de 68 fortemente negativo e os imigrantes que vivem nas periferias, como grupos sociais perigosos que devem ser vigiados e controlados.
No que se refere ao medo das populações, só as razões variaram.
Actualmente maior parte da população francesa é dominada pelo medo do desemprego, da globalização, das tensões internacionais, da Europa, dos imigrantes, dos jovens, etc.

São medos que nascem da incerteza ante o futuro.
A França a partir de 2007, parece tentada a abandonar a democracia liberal, com o artifício de restaurar a lei e a ordem na França e construir uma comunidade nacional forte e renovada.
Sarkosy e a sua política neo-liberal, a que poderíamos chamar sem exagero de neo-fascismo, é o símbolo mais evidente de uma situação que ameaça perigosamente a tradição crítica e progressista da França.

As políticas que vencem, são as práticas reaccionárias.
Tal como na França, a tendência para o neo-liberalismo, tambem deu os seus frutos em Portugal.
Depois do 25 de Abril, tambem de certo modo tivemos o nosso Petain.

Chama-se Mário Soares!!!
Petain vendeu a alma ao capitalismo fascista.
Mário Soares….Nao vejo a diferença !!!
Quando esta guerra terminou em França, com a preciosa e quase exclusiva ajuda do heróico Partido Comunista Francês, na chamada Resistência, e o povo retomou a liberdade, o reaccionário marechal Petain passou rapidamente de herói da 1ª Grande Guerra, que lhe tinha dado notoriedade, a traidor á pátria.
Recordo com tristeza, que foi mais rapidamente do que infelizmente deve vir a acontecer com o “neo-liberal socialista” Mário Soares, também ele um cavernícola anti-comunista, cuja linguagem e argumentos prometiam transformar Portugal numa democracia socialista.
Com a paternidade da evolução artificial do 25 de Novembro às costas, proporcionou a transformação das cúpulas do Partido Socialista, num areópago, em que muitos dos seus “arcontes”, têm uma mentalidade protofascista, que está a atascar o povo português, num miserável exemplo de neo-escravatura do capital financeiro.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

PALAVRAS PARA QUÊ???

Quando havia trabalho, haviam belos profissionais!!!
Como vão desaparecendo, aqui ficam alguns exemplos, para memória futura!!!
É uma história que acaba mal!!!

Um exemplar para esquecer!!!

NESTE LINK



LOJA BYJAN

EM BEVERLY HILLS, ESTADOS UNIDOS

A loja americana que veste Sócrates!!!

Nós já tivemos conhecimento deste caso há muito tempo.
Recusámos nessa ocasião publicar a notícia no nosso Blogue, porque ingenuamente a considerámos uma mentira absurda e como tal, seria repugnante reproduzi-la.
Somente o facto de ter chegado agora ao nosso conhecimento que o jornal I, a tinha publicado, e ter-mos confirmado esse facto, nos permitiu acreditar nesta enormidade.




José Sócrates, é um dos clientes da mais exclusiva (e cara) loja de Beverly Hills, a loja Byjan, onde só entra um cliente de cada vez, com hora marcada e todo o staff de empregados à sua disposição.

Além do primeiro-ministro português, esta loja conta na exclusiva lista de clientes com nomes como Vladimir Putin, Bill Clinton, Steven Spielberg, Larry King, Sir Elton John, Al Pacino ou Robert de Niro.

.
.
.
Talvez isto explique o porquê de José Sócrates ter sido considerado um dos homens mais elegantes do Mundo.















Vejam a fotografia...
Com direito ao nome escrito no vidro da montra.
Lá está o nome, José Sócrates logo seguido do título de Prime Minister of Portugal!
É o novo-riquismo do primeiro-ministro, do país mais atrasado da Europa.
Líder de um governo que nos atirou para a cauda da Europa.
Que atolou o país em dívidas, que só poderão ser pagas pelas próximas gerações!!!
Um primeiro ministro português que só declara às Finanças, a remuneração recebidas no exercício dessas funções, tem o seu nome escrito na montra da loja dos milionários da rua Rodeo Drive, de Beverly Hills (Los Angeles), Califórnia, onde o preço de cada fato no mínimo de 35 mil € e se dá ao luxo de atender um só cliente por dia.

Um verdadeiro filme de terror!!!
Como diz um dos leitores do Jornal I a comentar esta notícia!!!

Isto é um insulto!!!!
Isto é nojento!!!
Isto é uma afronta ao povo português!!!...

sábado, 22 de maio de 2010

CASCAIS E SINTRA
.
Uma das poucas esperanças que Portugal tem, de poder sobreviver, é atravez das receitas do Turismo.
Fazer propaganda das belezas do nosso país, é agora um acto de acrisolado patriotismo!!!
Com esse patriotismo a rebentar no meu peito, vou colocar toda a minha capacidade propagandística a mobilizar, nuestros hermanos, nos frères, our brothers, usere bruder,i nostri fratelli, para virem cá largar os Euros, eu ia a escrever pesetas, francos, marcos e liras.
Se calhar, pelo caminho que as coisas estão a tomar…..quem sabe se não estou a agoirar!!!



O TANGO DA TANGA

A TANGA DO TANGO


OU O FArDO DE SER PORTUGUÊS!!!

Atendendo a que o país se está a endividar há muito tempo, a uma média de 2 milhões de Euros por hora, segundo Medina Carreira e de um pouco mais, 30 milhões por dia, segundo o BPI.

Fazendo as contas dá uma dívida pública de aproximadamente 44,2 mil milhões de Euros entre 2010 e 2013,( já considerando as ultimas medidas de contenção decretadas pelo Governo).
Significa isto, que dentro de 3 anos a dívida estará acima dos 200.000 milhões e provavelmente ultrapassará os 600.000 milhões em 2040, ainda segundo o mesmo estudo daquele Banco.

João Salgueiro, espirituoso, confortavelmente instalado nas suas mordomias e sobretudo nas suas reduzidas remunerações, faz humor negro efabulando “a situação é semelhante á de um trabalhador a beira do desemprego, que resolve comprar um Ferrari”.

Não é preciso ser grande economista, para perceber que este país, que no tempo de Salazar importava 70% do que se consumia, indo buscar os 30% que faltavam, á exportação dos têxteis, sapatos e cortiças, bem como ao turismo e transferências dos emigrantes.

Hoje, que os sucessivos governos do PS e do PSD, provocaram a destruição do nosso aparelho produtivo, só produzimos 30% do que consumimos.
Alguém acredita que só com o Turismo, exportações, transferências de emigrantes e pouco mais, vamos resolver o problema?

Enquanto fomos recebendo cerca de 2 milhões de Euros por hora, da União Europeia, não houve problemas.
Dava para roubar, encher os bolsos aos latifundiários, bancos e amigos dos respectivos governantes.

Este ano 10% do PIB, foram colocados nos offshores, ou sejam 16.000 milhões de Euros.
Agora que se está a acabar a “mama”, mata-se a vaca que já só tem só ossos, e o povo que os roa.

Até Santana Lopes sugere, convidar o PCP para um governo de Salvação Nacional.

Vitor Constâncio, só agora, perante a crise geral da zona Euro, reconhece ter havido países que entraram para a União Europeia, sem saber exactamente as consequências disso.
Quando lhe perguntaram se Portugal era um deles, respondeu com todo o desplante….que sim!!!!

Bem podia aproveitar a oportunidade para recordar os imensos avisos e que o Partido Comunista fez na ocasião, sobre os perigos que constituiam a perda de soberania a que iríamos ficar sujeitos. Agora chegou o tempo de reconhecer que o PCP tinha toda a razão, nas advertências, que fazia.

E o Presidente da República?
Onde pára essa figura seráfica e imaculada, que tem sempre um nó de gravata impecável, embora discordando visceralmente do casamento gay, fez das tripas coração e anunciou em solene comunicação ao país, que “há momentos em que a ética da responsabilidade, tem de ser colocada acima das convicções”.
Nós pessoalmente, estamos totalmente de acordo com o casamento gay.
O que não compreendemos e não aceitamos, é que o Presidente da Republica do meu país, tenha violentado a sua consciência, aprovando, com uma simples declaração sobre a ética da responsabilidade, uma decisão que legalizava uma ligação por ele considerada aberrante.
Este exercício que fez, contra a sua consciência, põe-me o seguinte problema: como poderemos no futuro confiar na isenção das suas decisões e no poder da sua consciência???
A principal questão que se nos coloca, é termos de admitir a possibilidade de uma outra hipótese, não despicienda.
Será que este comportamento estará a servir de cobertor, por puro calculismo, á proximidade das eleições presidenciais?
Se esta hipotese tiver algum fundamento, em que prioridade estará situada a dignidade a exigir a um supremo magistrado da nação?

ESTA É EM RESUMO, UMA LIGEIRA CARACTERIZAÇÃO POLÍTICA, ECONÓMICA E FINANCEIRA DO ESTADO EM QUE PORTUGAL SE ENCONTRA.

VEJAMOS O QUE NOS ESPERA, COM ESTES GOVERNANTES E CHUPA-GALHETAS, ATRAVÉS DE ALGUMAS AMOSTRAS DA SUA ACTUAÇÃO, NESTES ÚLTIMOS DIAS.

16 de Abril – «Não haverá aumento de impostos» dizia Sócrates, no debate quinzenal na Assembleia da Republica.

29 de Abril – O ministro das finanças Teixeira dos Santos, anuncia reavaliação dos projectos de obras publicas, cujos compromissos não estivessem concretizados.
O ministro das obras públicas, António Mendonça (independente), em conferência de imprensa garante que tudo se mantêm como anteriormente
“As obras ainda por adjudicar, só o projecto da auto-estrada do Centro não é para manter. Desta, só o troço prioritário, Coimbra-Viseu, vai ser construído. TGV e Aeroporto nunca estiveram, nem estão, em causa, garantiu o responsável das Obras Públicas”.

30 de Abril – Sócrates vai á Assembleia da Republica e afirma em relação ao TGV:”Não me peçam para mudar de orientação em particular no investimento público em que o Governo já assumiu compromissos. Vamos manter-nos firmes nessa política porque ela dá emprego”
José Sócrates garantiu no Parlamento que o concurso do novo aeroporto vai mesmo avançar, ainda que a ANA não seja já privatizada.

7 de Maio – De manhã, Sócrates compromete-se em Bruxelas a reduzir um ponto, no défice de 2010.
Á tarde, Teixeira dos Santos garante que “só numa situação em que de todo em todo não for possível obter o financiamento, é que seria legítimo reponderar as grandes obras públicas”.
À noite, Sócrates anuncia o adiamento das grandes obras públicas.

8 de Maio – António Mendonça informa que foi assinado o contrato do TGV e que a entrada em Lisboa se fará pela ponte 25 de Abril.

10 de Maio – O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa considera “absolutamente inaceitável” um adiamento da nova ponte.
Ana Paula Vitorino, ex-secretária de Estado dos Transportes e secretária nacional do PS, falava aos jornalistas à entrada da reunião daquele órgão do Partido Socialista, afirmando que
"irá exigir explicações, pelo adiamento de algumas obras públicas considerando algo incoerente avançar com meio TGV".
Sócrates, na reunião do Secretariado garante que
“o adiamento das obras será por pouco tempo”
Carlos Correia da Fonseca, secretário de Estado dos Transportes, declara que
“vai ser aberto um novo concurso para a terceira travessia do Tejo, com as verbas que estavam destinadas ao TGV”.

12 de Maio – É anunciada a subida do IVA,IRC,IRS, transitoriamente durante seis meses, após reunião de Sócrates com Passos Coelho.

13 de Maio – É anunciado o agravamento generalizado dos impostos, a partir de 1 de Julho, com a duração de um ano e meio, até ao fim de 2011.
Sócrates disse o seguinte:
“A economia portuguesa está bem, mas como os outros países da zona euro estão a controlar o défice fica bem, fazer o mesmo”.
Disse isto,
segundo o Expresso, sem se rir!!!
Passos Coelho, líder do PSD, “pede desculpa aos portugueses pelo conjunto de medidas aprovados pelo Governo para reduzir o défice” , com as quais concordou, contráriamente ao que antes jurava a pés juntos, jamais concordar!

17 de Maio – Relatório do Banco de Portugal, assegura que essas medidas irão pelo menos até 2013
O ministro das Obras Públicas, António Mendonça, em reunião com o presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Carlos Humberto, revelou que a construção da terceira travessia sobre o Tejo «é um processo para avançar».

Há precedentes para a obstinação de Sócrates e seus chupa-galhetas. Nos seus últimos dias também Hitler e Albert Speer "Inspector de Obras" do Reich, discutiam os projectos das novas avenidas e monumentos para Berlim.

18 de Maio – O ministro das Finanças, já admite que essas medidas de consolidação orçamental durarão “enquanto forem necessárias para assegurar que a redução do deficit é sustentável e duradoura”.

19 de Maio – Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, afirma “taxa de IRS, aplicada ao rendimento anual”, incluindo o valor recebido, antes da entrada em vigor do agravamento do imposto".
Sócrates algumas horas depois afirma “Não haverá retroactividade. É um imposto adicional e extraordinário, que será cobrado a partir de 1 de Junho” , antecipando de um mês o aumento do IRS.

Pedro Gonçalves, presidente da Soares da Costa, uma das empresas que lidera o consórcio que vai construir o troço de alta velocidade Poceirão-Caia, disse que o BPI "invocou a alteração das condições do mercado" para desistir de financiar o projecto de alta velocidade. “Fernando Ulrich não tem interesse em financiar projectos a longo prazo e decidiu sair do
sindicato de financiadores"

21 de Maio – O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Sérgio Vasques, segundo se pode ler hoje no jornal “i”: “A medida de austeridade que prevê o agravamento do IRS, incluindo os subsídios de férias pagos antes da aplicação da nova taxa serão afectados, pois a taxa será aplicada "ao rendimento anual", o que à partida incluirá os montantes auferidos antes da entrada em vigor deste agravamento fiscal”.

Vital Moreira, a propósito das novas tabelas de retenção na fonte do IRS, diz: «As leis valem a partir do momento em que são publicadas, a partir do dia em que entram em vigor»
A «norma proíbe a retroactividade dos impostos», de forma que as novas tabelas de retenção na fonte não são aplicáveis «a rendimentos recebidos anteriormente».
Igual opinião tem Rosa Freitas, especialista em fiscalidade da Agência Deloitte e o fiscalista Tiago Caiado Guerreiro.


Vítor Constâncio, entretanto numa atitude de "elevada isenção", defende, tal como Sócrates que cortes nos salários e os sacrificios devem ser «para todos».

Quando sabemos que o esforço financeiro, em cumprimento das medidas já adoptadas, se divide em 70% para os trabalhadores e 30% para o capital, está tudo dito!!!
Este conceito justicialista é impressionante, até porque, dado os descontos que Vitor Constâncio e José Socrates terão de fazer nos seus ordenados, vão debilitar gravemente, os seus orçamentos familiares .

Exemplar civismo!!! Aquilo, é que é sacrifício!!!

22 de Maio - Teixeira dos Santos, esclareceu (citado pela edição online do jornal “Público”) que as novas taxas de IRS só entram em vigor «a partir de Junho e somente a partir de Junho».
Justificando-se:
«Estas coisas dos actos jurídicos e normativos geram estas coisas: uma coisa é o que se interpreta na lei e outra o que está na cabeça de quem o faz», garantindo «nunca esteve no espírito do ministro das Finanças outra data que não fosse Junho».
O que disse ontem o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais:
“será aplicada a todo o rendimento anual, apesar de ainda não estar em vigor”. Depois destas, certamente que Vital Moreira desiste, e muda de profissão!
Oh diabo!!! Eu já nem me lembrava, que ele já tinha mudado....agora tinha o tacho de deputado Europeu!!!

Por tudo isto, é fácil perceber o que leva Francisco Assis a dizer em desespero de causa:
“era bom que houvesse contenção, da parte dos membros do Governo se não caímos em cacofonia”
Para ser gentil com os seus camaradas, não lhes quis chamar de grotescos!!!

As declarações contraditórias dos membros do governo, a Constituição, a legislação em vigor e o caso dos trabalhadores que sejam despedidos antes do fim do ano colectável, são trapalhadas e incongruências da actual situação, que vão certamente terem de ser resolvidos nos tribunais.
Poderemos certamente contar com uma Justiça, barata, eficiente e célere, para podermos ficar descansados, que tudo se vai resolver legal e rapidamente!

Bem sabemos, que no inicio deste mês, a direcção-geral da Administração da Justiça, avisou que não poderão comprar garrafas de água, nem alugar máquinas de refrigeração de água, por falta de verba.
Sendo assim, já estou avisado.
Se tiver de ir a uma repartição da Justiça ou tribunal, vou prevenido com uma garrafinha de água e um rolinho de papel higiénico, para numa eventual emergência, não ter de sujar as cuecas, ou deixar "resíduos" na retrete.
Isto como medida preventiva, para no caso de até lá, a carência se agravar e o racionamento se tornar extensível á água dos autoclismos, nos sanitários.

CAMBADA!!!

CAMBADA DE VIGARISTAS!!!

sexta-feira, 21 de maio de 2010

BLOWING IN THE WIND

BLOWING IN THE WIND
(A RESPOSTA ESTÁ SOPRANDO NO VENTO)

Foi uma das canções que Bob Dylan compôs nos anos anos 60, com versos de Robert Zimmerman.
Teve o efeito devastador de um tornado, contra a política americana, na Guerra do Vietname.
Serviu de hino á juventude, não só dos Estados Unidos da América , como do resto do mundo, que lutava contra essa mortífera e sangrenta guerra.

ATENÇÃO:

Como a mudança dos slides está sincronizada com a música, aconselha-se a NÃO utilizar o rato


NESTE LINK

.

FILOSOFIA POLÍTICA

Iniciamos uma série de “power points” com alguns pensamentos políticos, que têm a característica fundamental, de expressarem a filosofia do nosso pensamento político, adaptado á actualidade.
Servimo-nos das palavras e de grandes pensadores e filósofos do passado, que exprimem com plena actualidade o que nos vai na alma…
Apelamos a que não faça uma leitura ligeira dos textos, pois para além da enorme beleza das imagens, cada um deles encerra uma lição de vida, que nos pode ajudar a compreender melhor os homens e sobretudo os homens que fazem do poder uma tarefa a arte de se servir, fingindo estar a servir o próximo.


NESTE LINK

.

A TANGO DA TANGA

Enquanto assistia ao debate da moção de censura do PCP, tive ocasião de ouvir o deputado Bernardino Soares, indignar-se, com toda a razão, pela falta de respeito demonstrada pela Assembleia da Republica, quando um membro do governo, neste caso o ministro dos transportes, abandonou o recinto da Assembleia da Republica, para ir dar uma entrevista aos meios da comunicação social nos Passos Perdidos, sobre o TGV.
Considero uma ingenuidade de Bernardino Soares, exigir dos outros deputados e membros do governo, o culto dos valores que ele, os seus camaradas e o seu Partido defendem intransigentemente.
Pensar que ainda existe alguma noção de dignidade, na nossa classe dirigente e na maioria esmagadora da comunicação social não é estar a olhar para um espelho, mas para um velho retrato que reflectia a imagem de uma geração que pretendia e pretende criar um mundo, onde esses valores são a base e a essência da sua luta, por um mundo melhor, mais justo, mais digno e fraterno.
De facto é inacreditável, quando se esperava que o PS fosse pedir desculpas (como agora se tornou um hábito, para dar o dito por não dito, ou o feito, por não dever ter sido feito) o PS em vez de reconhecer a indelicadeza (para não lhe chamar outra coisa mais feia!!!) do seu ministro, pela voz de Jorge Larcão, ministro da presidência (imaginem!!!), resolveu dar uma lição ao PCP, alterando o conceito de “falta de respeito”, pelo “direito de humilhar” impunemente, a dignidade da própria Assembleia da Republica.
O panorama moral está de tal maneira aviltado, que até a TV24, se sentiu "inspirada"para interromper a transmissão directa da Assembleia da Republica, para relatar a chegada em helicóptero de Cristiano Ronaldo, ao local de estágio da selecção nacional na Covilhã.

Quando os nossos dirigentes máximos se comportam daquela maneira, como se poderá exigir de uma comunicação social que só sobrevive , mediante um comportamento subserviente aos seus directores e estes por sua vez em cega vassalagem ao patronato???.
Acreditamos que o tsunami de futebol que se aproxima, sirva para mais uma vez camuflar os reflexos de uma direita retrógrada e caceteira, nos actos e nas palavras, cujo ilustres representantes, o PS e o PSD estão, segundo uma socrática afirmação, a acertar a coreografia para dançar o tango da tanga.

Não esqueçamos que esta mesma tanga já fora usada em tempos por Durão Barroso, o celebre “Cherne” que ficou celebre como fujão, demontrando nesse acto o seu exemplar paradima de dignidade.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

ESTA NOITE TIVE UM SONHO

Esta noite sonhei, que o socrático relativo engenheiro (adoro esta do “relativo”), tinha finalmente sido lançado às feras, suas parentes, pois segundo ele próprio confessa, era assim que se considerava.
Ao princípio, no sonho, só apareciam bichos. Eles eram panteras, leões, tigres, pumas, lobos, cães, tarecos, ursos e até pinguins.
De repente, no sítio para onde o tinham mandado, aparece um tal Kevin Richardson, que tinha a fama de falar com os bichos e era tratador num Parque da África do Sul.
Enfim uma confusão!!!
Contei-lhe das minhas preocupações políticas, o estado desgraçado em que o gajo tinha deixado o país e lá o convenci, a que ele ficasse por lá.
O sonho acabou mal, mas soube bem enquanto durou!
Para memória futura….fiz este “power point”.


NESTE LINK





UM POLÍTICO VIRA POLITIQUEIRO,
QUANDO É POLITIQUETE !!!

NESTE LINK















.







.

.

.
..
.
.
EM PORTUGAL NÃO PODIA ACONTECER!
NÃO TEMOS PRISÕES QUE CHEGUEM!!!


SUSPEITOS DE AFUNDAREM FINANÇAS ISLANDESAS
COMEÇAM A SER DETIDOS

Noticia da TSF

Dois ex-directores do banco islandês Kaupthing, nacionalizado de urgência em 2008, foram presos esta quinta-feira. Mas a lista de possíveis detidos envolve mais de 125 personalidades, segundo a imprensa.
Os directores de bancos islandeses que arrastaram o país para a bancarrota em finais de 2009 foram presos por ordem das autoridades, sob a acusação de conduta bancária criminosa e cumplicidade na bancarrota da Islândia.
Os dois arriscam-se a uma pena de pelo menos oito anos de cadeia, bem como à confiscação de todos os bens a favor do Estado e ao pagamento de grandes indemnizações.
A imprensa islandesa avança que estas são as primeiras de uma longa lista de detenções de responsáveis pela ruína do país, na sequência do colapso bancário e financeiro da Islândia.
Na lista de possíveis detenções nos próximos dias e semanas estão mais de 125 personalidades da antiga elite política, bancária e financeira, com destaque para o ex-ministro da Banca, o ex-ministro das Finanças, dois antigos primeiros-ministros e o ex-governador do banco central.
A hipótese de cadeia e confiscação de bens paira também sobre uma dezena de antigos deputados, cerca de 40 gestores e administradores bancários, o antigo director da Banca, os responsáveis pela direcção-geral de Crédito e vários gestores de empresas que facilitaram a fuga de fortunas para o estrangeiro nos dias que antecederam a declaração da bancarrota.
Em Outubro de 2008, o sistema bancário islandês, cujos activos representavam o equivalente a dez vezes o Produto Interno Bruto do país, implodiu, provocando a desvalorização acentuada da moeda e uma crise económica inédita.

terça-feira, 18 de maio de 2010

AMY WINEHOUSE

Um querido amigo enviou-nos uma série de fotografias da cantora Amy Winehouse, que nos impressionaram imenso.

Pensámos que seria apropriado transformá-las num “power point", com um conteudo pedagógico.
Foi isso que tentámos fazer e estamos a apresentar.
A droga sempre foi um drama que nos impressionou terrivelmente.
Consideramos trágico, não só para os jovens e suas famílias em particular, como para a humanidade em geral, dados os aspectos dramáticos que lhe estão subjacentes e na medida em que constituem uma poderosa e quase intransponível fonte de tragédias e até de atraso civilizacional.
Publicamos este “power point”, para ilustrar com o caso dramático de uma figura muito conhecida, o flagelo que a droga pode constituir.

No texto que publicamos a seguir a este "power point", pretende-se relembrar a história e muito do que está na origem da proliferação da droga a que se assiste na actualidade.

NESTE LINK
DROGA,

FLAGELO DA HUMANIDADE


O PROBLEMA DA DROGA, NÃO É DE UNS QUANTOS DROGADOS, MAS DE TODA A HUMANIDADE.

Estamos habituados a ver a propaganda americana, colocar as suas autoridades, como campeões da luta contra o tráfico de droga.
É de facto propaganda e nada mais do que isso.
Se os Estados Unidos estivessem verdadeiramente interessados em eliminar o tráfico e consequentemente dificultar consideravelmente o consumo de drogas, tinham a faca e o queijo na mão.
Acreditamos que haja muita gente nos Estados Unidos, que faz uma luta tenaz e feroz ao tráfico de droga.
Mas as grandes dificuldades que eles defrontam, tem a ver principalmente com interesses políticos e geoestratégicos dos Estados Unidos, que minam e destroem todo o esforço que essa gente honesta e empenhada faz, para acabar com esta nódoa civilizacional.
De facto como lembra Michel Chossudovsky, o controle geopolítico e militar das rotas da droga é tão estratégico, como o do petróleo e o dos oleodutos.
Também é bom lembrar, que o tráfico do ópio constitui um negócio de milhares de milhões de dólares, não só para os grupos extremistas, como para os criminosos barões que dirigem o negócio.
Está provado que a enorme dimensão que o tráfico atingiu hoje em dia, se deve em grande parte, ou quiçá na totalidade, ao comportamento dos americanos, quer na Colômbia, quer no Afeganistão onde deram e continuam a dar apoio aos mudjahidines.
A partir de 1979 os soviéticos começaram a dar aos afegãos, um auxilio militar substancial, a pedido do seu governo legal, presidido pelo marxista Babrak Karmal ( posteriormente substituído por Mohammed Najibullah) porque esse governo, se sentia impotente perante a acção militar dos mudjahidines, armados e financiados pelos Estados Unidos, actuando a partir das bases que tinham no Paquistão.
Isto acontecia porque já nessa altura o Paquistão era completamente subserviente aos interesses norte-americanos e estes estavam interessados em sabotar esse auxílio soviético, dentro do clima de guerra fria que se tinha instalado após a guerra de 39/45.
É bom lembrar que a produção de ópio no Afeganistão e no Paquistão era praticamente inexistente e que foi um projecto minuciosamente concebido pela CIA, com assistência da política externa americana, que se desenvolveu a actual economia afegã, baseada na cultura da papoila.
Foram os mujaidines que ordenaram aos camponeses que plantassem ópio, como objectivo revolucionário.
Segundo Alfred W. McCoy, investigador e professor de História na Universidade de Wisconsin-Madison, e igualmente noticiado pela revista «Time»:
"Na maioria dos casos, o papel da CIA envolveu várias formas de cumplicidade, tolerância ou ignorância estudada sobre o comércio, embora não tivesse intervenção directa no tráfico real” e como tal, fechavam voluntariamente os olhos ao tráfico de heroína no Afeganistão.
McCoy considera que “a CIA recrutou a colaboração dos barões da droga, no quadro da Guerra Fria, na sequência de uma já anterior ligação com o crime organizado na América e Europa”.
Os factos históricos a que este historiador refere, tem certamente a ver com a ocupação da Itália, durante a 2ª Grande Guerra , em que os serviços secretos aliados negociaram a cooperação dos principais membros da Máfia siciliana com ligações ao gangster Lucky Luciano, que nessa altura se encontrava preso nos Estados Unidos.
Em troca dessa colaboração, foi-lhe permitido manter a sua actividade criminosa na prisão, até que fosse deportado para a Sicília, no fim da guerra.
As consequências desses apoios, ainda hoje se fazem sentir, pois por essa razão, os mafiosos ocuparam todos os cargos políticos que lhes interessavam, e alem de se comprometerem a denunciar e identificar os colaboradores fascistas, aproveitaram a onda para denunciar os militantes comunistas e socialistas dos movimentos de resistência, que se lhe poderiam opor e em consequência disso, foram sendo metódica e sistematicamente eliminados.
Entretanto no Afeganistão, com a tomada do poder pelos Talibãs em 1996, começou a haver uma grande escassez de heroína na Europa até finais de 2001, ano em que a produção naquele país, quase desapareceu, facto reconhecido oficialmente pela Assembleia Geral das Nações Unidas, especificamente pela UNODC (United Nations Office on Drugs and Crime) Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime, em Outubro de 2001 considerou, jamais um país ter posto em prática um programa semelhante.
Nesse ano, as tribos do Norte com o apoio dos americanos, derrotaram os Talibãs e colocaram Hamid Karzai, uma marionete dos Estados Unidos e reconhecido agente secreto da CIA desde 1980, como presidente do Afeganistão.
Curiosamente (ou não!), era este fantoche o encarregado da ajuda americana aos Talibãs e nomeadamente a Osama Bin Laden, desde 1994, quando secretamente através do Paquistão, apoiavam as ambições dos Talibãs, ao poder.
O aumento da cultura de ópio coincidiu com o desencadeamento das operações militares das tribos do Norte, sob comando americano, que se virava agora contra esse mesmo regime Talibã, que entretanto ajudara de forma descaradamente vergonhosa a tomar o poder.
E foi assim que os camponeses afegãos, foram estimulados a recomeçar a plantar papoila em grande escala.
Se com os Talibãs, a maior produção de opiáceos se verificara no inicio da sua tomada do poder e andava á volta de 185 toneladas, com o estabelecimento do narco-regime do presidente Hamid Karzai, apoiado pelos Estados Unidos a produção de ópio, subiu para 3 400 toneladas logo em 2002, como se pode ler

AQUI NO BRASIL DE FATO e cujos excertos publicamos no fim deste texto.
Tony Blair, quando ainda era primeiro-ministro do governo britânico, ficou encarregado pelos países do G-8, de levar á prática um programa, a fim de erradicar a droga no Afeganistão, que deveria levar os camponeses afegãos a abandonar a produção do ópio e a dedicarem-se a culturas alternativas.
Este programa não passou de uma mascarada, pois a partir de Outubro de 2001, a cultura da papoila disparou em flecha.
É trágico, mas é verdade.

Segundo os números de 2003, publicados pelo "The Independent" , o tráfico de droga constitui o terceiro comércio mais importante em dinheiro, depois do petróleo e da venda de armas.

Que a humanidade não esqueça este drama que se fica a dever deve principalmente aos Estados Unidos da América, pois são eles no fundo, os seus principais instigadores e beneficiários.•

Excertos do “BRASIL DE FATO”

«Desde 2003, a Organização das Nações Unidas (ONU) chama a atenção para um fato curioso: desde a invasão estadunidense no Afeganistão, em Outubro de 2001, a produção de papoila - matéria-prima de drogas como ópio e heroína - vem crescendo drasticamente. O último relatório da ONU, feito em parceria com o Banco Mundial e divulgado em 28 de Novembro, mostra que a produção de 2006 bateu todos os recordes: a área destinada para o cultivo cresceu 59% em relação a 2005, e a safra aumentou em 49%. Os números divulgados pela Casa Branca são diferentes: a produção teria aumentado 26% e a área cultivada crescido 61%.
De acordo com o documento, estima-se que 92% de toda a heroína que circula no mundo é feita com papoila afegã. A droga segue principalmente para o mercado europeu, embora também esteja sendo traficada de forma crescente para os EUA que, tradicionalmente, recebem a droga da Colômbia».


EXPLICAÇÕES


«O governo dos EUA atribui ao Talibã a culpa pelo aumento na produção da papoila e diz que é por meio deste comércio que o grupo financia as acções terroristas».

PRODUÇÃO DE PAPOILAS (EM TONELADAS)

ANO 1995...1999.....2000....2001....2002.....2003.....2004.....2005.....2006
.........2.335.4.565....3.276....185....3.400....3.600....4.200.....4.100.....6.100

«Reportagem do “Washington Post” publicada no início de Dezembro atribui também a Washington uma parcela de culpa. Argumenta que Washington e o governo afegão formaram alianças com chefes tribais anti-Talibã, alguns dos quais são suspeitos de estar profundamente envolvidos com o tráfico»

DENÚNCIAS


«Há quem defenda que a parcela de participação da Casa Branca é bem maior. O canadense Michel Chossudovsky, professor de Ciências Económicas na Universidade de Ottawa, em artigo publicado na página do Centro de Pesquisa sobre a Globalização, entidade onde é director, afirma que recuperar a produção da papoila e obter o controle das rotas da heroína fazem parte da agenda estadunidense para a região. "Há negócios e interesses financeiros poderosos por trás do narcotráfico. Assim, o controle geopolítico e militar das rotas de drogas é tão estratégico quanto às de petróleo e seus oleodutos", escreve Chossudovsky, enfatizando que, após o comércio de petróleo e de armas, o de drogas é o que mais movimenta dinheiro no mundo (400 a 500 bilhões de dólares por ano)».
«Com o objectivo de desestabilizar a presença soviética, a Agência Central de Inteligência (CIA) dos EUA teve um papel central no desenvolvimento da produção da droga, cujo dinheiro alimentava forças rebeldes. "A economia afegã de narcóticos foi cuidadosamente projectada pela CIA, apoiado pela política externa estadunidense", escreve».

segunda-feira, 17 de maio de 2010

A QUEM PERTRENCE

ESTA MANSÃO???

A QUEM PERTENCE ESTA OPULENTA, MAGNÍFICA, MARAVILHOSA, DESLUMBRANTE E EXTRAORDINÁRIA MANSÃO?

NÃO HÁ PALAVRAS QUE POSSAM QUALIFICAR A BELEZA, OSTENTAÇÃO E SUNTUOSIDADE DESTA RESIDÊNCIA PARTICULAR, DIGNA DE UM REI.

È assim que começa este “power point”.
A sua escolha deveu-se á intenção de dar continuidade a um dos desvarios, que pela sua dimensão e pouco conhecimento, está na linha do texto que se segue a esta apresentação.
Numa época, em que saímos da enjoativa manipulação a que todos fomos sujeitos, com a visita do “santo padre” e nos preparamos para uma segunda dose mais prolongada, com o campeonato mundial de futebol na África do Sul, falar dos verdadeiros problemas da vida, mais do que uma necessidade, é uma obrigação.


NESTE LINK




A NOSSA VIDA POLÍTICA,


É UM NOJO!!!

O título deste texto, é a expressão do que sentimos. Mas o que podemos fazer, senão continuar a esforçar-nos para denunciar esses porcalhões, que fazem da política uma esterqueira.
Acabei de ler que setenta portugueses estavam na lista de espera, para comprar o novo modelo do Porshe Cayenne, pela módica quantia de 170.000 Euros, apresentado na Feira do Luxo, que teve lugar este fim-de-semana no Hotel Pestana Palace.
Veio-me há memória, quando a MacLaren aqui há tempos, decidiu fazer 100 viaturas de turismo, baseadas no seu modelo da fórmula 1, que custava mais de 1.000.000 Libras, havia dois portugueses na lista dos candidatos.
Ficámos também hoje a saber por Nuno Costa, representante da Porshe, que ao contrário da Espanha, a marca não sofreu os efeitos da “Crise”.
Também Silvestre Rosa, director de Marketing da Relojoaria Anselmo, que estava representada nessa ilustre feira, com anéis de topázio com diamantes de 21.000 Euros, ou um simples relógios de 42.000 Euros, teve o desplante de dizer que “considerava as crises serem feitas para serem ultrapassadas”, e que aquela em que estamos envolvidos, “não tinha demovido os consumidores, a adquirirem estes produtos” (ele bem sabe do que fala!!!).
A título de propaganda e reclame (como cantavam os antigos “propagandistas” da banha da cobra), fique também sabendo que se quiser um “Blazer” com fios de ouro por 15.000 Euros, ou um pequeno móvel para guardar relógios da marca “Buben & Zorweg”, por 98.000 (noventa e oito mil!!!) Euros, ou um relógio com pedras preciosas da marca “Piaget” por 143.000 (cento e quarenta e três mil!!!) Euros, pode lá ir comprar.
Atenção……resolva depressa, antes que se esgotem, porque a acreditar na notícia do jornal, há muitos compradores “alheios à crise”….dispostos a pagar esses preços.
Neles não estão incluídos os 25% da população activa de Mesão Frio, que estão desempregados!!!
Mas, já que falámos da MacLaren, já sabia que os seus pilotos pilotos Lewis Hamilton e Jenson Button” correram ontem no Grande Prémio do Mónaco, com os volantes e capacetes cravejados de diamantes???
É verdade….juro!!!!
Julgamos que a carroçaria dos carros não eram feitos de prata ou de ouro como acontece nos emiratos árabes nem como o dourado carro, que um angolano passeava por Paris, em que afinal o metal da carroçaria, também era de ouro puro….mas isso são outras histórias!!!

sábado, 15 de maio de 2010

A AJUDA Á GRÉCIA

ESPELHO DO QUE SE PREPARA PARA PORTUGAL


PCP solidário com o povo grego recusa empréstimo à Grécia
Em intervenção na Assembleia da República, Bernardino Soares referiu que as condições que estão subjacentes aos empréstimos à Grécia significam congelamento de salários e pensões, corte de subsídio de férias e natal, redução brutal do investimento público, encerramento de serviços públicos e privatizações
União Europeia deve ajudar a Grécia. Mas o que está aqui em causa não é uma ajuda, é uma condenação ao atraso, à dependência, à crise social. As verdadeiras ajudas não chegaram a aparecer.

Pode ler o texto da intervenção
AQUI
INOVAÇÃO TECNLÓGICA

Já que estamos em fase das inovações tecnológicas, serem pau para toda a colher, apresentamos algumas maquetas da Grandiosa Exposição de Xangai, enquanto não aparecem fotografias ou “power points” dela.


NESTE LINK

UMA SOLUÇÃO PARA A CRISE

EU VENDO-A PELO PREÇO QUE A COMPREI!!!


Eis a saída, que no âmbito da Inovação e do Plano Tecnológico, o nosso primeiro-ministro José Sócrates vai certamente adoptar, para solucionar a crise em que lançou o Portugal.
Finalmente um argumento arrasador, para calar e esmagar a oposição!!!
Quando esta disser, que o governo está a desgraçar 3/4 da população deste país, com as dificuldades que lhe está a criar, ele tonitruante, como é seu hábito, exclamará: O Partido Socialista, na vanguarda da inovação, vai adoptar na base do Plano Tecnológico, um novo produto designado por “PRANA” para solucionar o problema dos trabalhadores que estejam desempregados e tenham dificuldade de matar a fome ás suas famílias.
O PS vai fazer cursos intensivos da técnica do guru Prahlad Jani, para através dum nova e inovadora técnica, os esfomeados através de meditação yoga, possam sobreviver comendo….. apenas ar.



.
.
.
GURU
PRAHLAD
JANI
..
..
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
E do que é que consta essa técnica revolucionária??? Do que é???
É uma técnica capaz, de permitir um indivíduo viver sem comer e sem beber.
O grande mestre desta inovação tecnológica é o guru Prahlad Jani, um asceta hindu, que diz ter recebido o ensinamento como presente de uma divindade, que o ensinou a sobreviver sem comer e beber líquidos e certamente já a pensar, julgo eu, no futuro dos portugueses.
Este guru, que tem mais de 80 anos, foi segundo dizem, mantido em observação 24 horas sobre 24, num hospital no estado de Gujarat durante 10 dias, sem tocar em qualquer espécie de alimento ou água.
Durante todo esse tempo os médicos tentaram entender qual seria o truque e verificaram em todos os exames que lhe foram feitos, indicaram que o seu estado físico era comparável à de uma pessoa de 25 anos.
Estas informações dão-me a garantia que esta técnica tem pernas para andar e vai ser aproveitada por José Sócrates, para arrasar a oposição, provando que esta solução não é só conversa para enganar a malta, como de costume.
A confirmar a bondade desta tecnologia, este guru, já tem numerosos seguidores, que se alimentam através da meditação yoga e comendo e bebendo……apenas ar.
Esta prática bizarra em que os praticantes se alimentam apenas da chamada “ Prana", apesar de ser uma prática arriscada, é segundo nos garantem, seguida por vários gurus hindus e mesmo algumas mulheres, como por exemplo, Jasmuheen que a partir de 1993, tem seguido a alimentação prânica, isto é, alimentando-se apenas de luz e ar.
Tal como o nosso homem sagrado hindu, terão de ser capazes de controlar a urina, de modo a não dispersar aquilo que esses gurus definem como “a hihiih global”.
De fato, de acordo com algumas técnicas de meditação, servem-se da recirculação da urina no seu corpo, a fim de não desidratar e repor os sais de que necessitam para se sustentar.
Não nos dizem se o cócó faz parte do tal "a hihih global".

Sobre isso não temos qualquer informação!!!.
Daí que o nosso raciocínio, nos leve a pensar, que..... o cocó também deve “recircular” .
Julgamos que deve ser igualmente engolido, para não aumentar o apetite, digo eu!!!

É lógico!!!
Para comprovar todas estas afirmações e facilitar a vida á ministra da saúde, potencial responsável do sector que vai responder por esta inovadoras técnica, eis um vídeo com todas as explicações necessárias.