Mensagem

Mensagem

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

DE GRITOS....
É UM GOZO, É PARA RIR ESTE PAÍS!

Aqui as novas regras de avaliação da Função Publica não foram postas em prática.

1º dia foi de apresentações e conhecer o local de trabalho.
O 4º dia foi utilizado nas despedidas.
Os 2º e 3º dias no exercício de funções: sendo de evidenciar a forma extremamente leal, competente e dedicada como desempenhou a função, de excelentes qualidades pessoais e profissionais.
Assim, sim, até dá gosto...









SUPREMA BELEZA

Os adjectivos que deviam estar aqui a classificar este “power point” excepcionalmente, estarão ausentes.
Deixamos a si e á sua sensibilidade a responsabilidade de o fazer.
O nosso mutismo, reflecte a nossa avaliação!!!



NESTE LINK


















UMA NOVA PROFISSÃO LIBERAL

Quando passar numa das principais artérias da cidade de Lamego, não vai precisar de muita atenção para esbarrar numa original placa.
Não se trata de um escritório de advogado, ou um consultório médico, nem mesmo de um gabinete de contabilidade, mas sim da novíssima profissão liberal de, imagine lá... deputado!!
A mediocridade não enxerga além de si mesma, já dizia Doyle e, antigamente este tipo de pessoas recebiam apropriado adjectivo mas hoje, ainda que tal aconteça pouco lhes importa... já perderam a noção do ridículo e a vergonha!


Eça de Queiroz, 1867

in “O distrito de Évora”

“Ordináriamente todos os ministros são inteligentes, escrevem bem, discursam com cortesia e pura dicção, vão a faustosas inaugurações e são excelentes convivas. Porém, são nulos a resolver crises. Não têm a austeridade, nem a concepção nem o instinto político, nem a experiência que faz o ESTADISTA. É assim que há muito tempo em Portugal são regidos os destinos políticos. Política de acaso, política de compadrio, política de expediente. País governado ao acaso, governado por vaidades e por interesses, por especulação e por corrupção, por privilégio e influência de camarilha, será possível conservar a sua independência?”

2 comentários:

joão l.henrique disse...

Foi em 1867 mas podia ser hoje!

Um abraço.

JUVENAL disse...

Obrigado!