Mensagem

Mensagem

sábado, 16 de janeiro de 2010

RELATÓRIO E CONTAS, DE ALGUNS

FIGURÕES DA NOSSA PRAÇA.

ANTÓNIO CARRAPATOSO – Figura de proa da Telecel/Vodafone.
Numa pequena notícia do Expresso, foi noticiado que prescreveu uma dívida de 700.000,00 Euros , de IRS Porque razão prescreveu esta dívida? Porque razão não se procedeu à cobrança coerciva, dado que o contribuinte em causa não tem, nem nunca teve, paradeiro desconhecido?
Aliás, nunca deixou de aparecer, nos ecrãs da televisão para entrevistas e comentários, a defender as virtudes do "sistema"…. que lhe assenta como uma luva!!!
Achamos que este tipo de dívidas não deviam poder prescrever, até porque se trata de dinheiro devido ao Estado, ou seja a TODOS NÓS.

CARLOS HORTA E COSTA - Antigo presidente dos CTT, no dia 14 de Janeiro de 2005, no Pavilhão Atlântico, em Lisboa, durante um Encontro dos Correios de Portugal, os CTT pagaram 19.000,00 euros a Luís Felipe Scolari por uma palestra de 45 minutos, que teve como tema algo do tipo «Como fortalecer o espírito de grupo».
A decoração custou mais de 430.000,00 euros e havia dois carros de luxo.
A despesa feita com a decoração do seu gabinete de presidente do Conselho da Administração dos CTT, bem como a sua sala de visitas e refeições custou 430.691,00 euros.
Aquisição de um Jaguar S Type ( 50.758,00 euros) e um Mercedes Benz S320CDI ( 84.000,00 euros ).

BANCO DE PORTUGAL

VITOR CONSTÂNCIO - Governador do Banco de Portugal ganha 272.628,00 € por ano, ou seja quase 18.200 contos mensais, 14 meses/ano.

ANTÓNIO PEREIRA MARTA - Vice-governador, 244.174,00 €/ano.
Acumula com o seu salário, com a sua pensão como reformado…... do Banco de Portugal. Leu bem, reformado…... do Banco de Portugal!!!

JOSÉ MARTINS DE MATOS - Vice-governador,237.198,00 €/ano

JOSÉ SILVEIRA GODINHO - 273.700,00 €/ano. Também acumula com uma pensão do BP, mais 139.550,00 €/ano Total 413.250,00 €/ano

VITOR RODRIGUES PESSOA - 276.983,00 €/ano. Também tem uma reforma adicional de 39.101,00 €/ano. Total 316.084 €/ano

MANUEL RAMOS SEBASTIÃO - 227.233 €/ano

LUIS CAMPOS E CUNHA - Ex-ministro das Finanças recebeu durante os dois meses em que esteve no Executivo 4.600,00 euros mensais de ordenado e uma reforma de 8.000,00 euros do Banco de Portugal.

LUIS FERNANDO DE MIRA AMARAL - Saiu da Caixa Geral de Depósitos (CGD) com uma reforma de gestor 18.000,00 euros. Na altura acumulava uma pensão de 1,8 mil euros, como deputado e 16.000,00 euros como líder executivo da CGD.
O chocante não é o valor da reforma. É o facto de Mira Amaral poder auferir desta reforma (paga pelos contribuintes) ao fim de apenas um ano e nove meses!!!!!!

JARDIM GONÇALVES – Ex-administrador do BCP e membro da Opus Dei. Tem para sua protecção pessoal, 40 seguranças, 24 horas por dia, pagos pelo banco. Nem Sadam Hussein tinha tantos!!!
A sua esposa deslocava-se regularmente a Nova Iorque – em Falcon privado pago pelo BCP – para ir ao dentista e fazer compras.

O relatório da CMVM revela que o salário anual médio dos administradores da banca e empresas cotadas na bolsa foi, em 2008, de 777 mil euros, isto é, de 64.750 euros por mês (cerca de 13 mil contos mensais ou 426 contos/dia). 64.750 euros por mês equivalem a 136 salários mínimos.
Além disto os senhores tiveram, em média, aumentos de 13 %.
13% sobre 777 mil euros são cerca de 100 mil euros, qualquer coisa como 20 mil contos por ano e para cada um, só de aumentos.....não contando com as regalias e mordomias que ultrapassam todos os limites do imaginável: jactos privados para viajarem, seguranças, automóveis de luxo, motoristas, etc.
Para atingir o valor do ordenado mensal de um desses gestores (só o ordenado! !!), um trabalhador que receba o ordenado mínimo terá de trabalhar mais de 11 anos!!!
Não podemos esquecer que um banco paga metade dos impostos de qualquer empresa em situação difícil, e remunera um depósito a prazo com 1% de juros e cobra 33% nos cartões de crédito.
Assim é fácil conseguir dinheiro para cobrir todos os excessos e bacanais financeiros do sistema bancário.
Estas e outra razões permitiram que nos 9 primeiros meses de 2009, os quatro maiores bancos que funcionam em Portugal obtiveram 1470 milhões de euros de lucros líquidos.
Depois vai-se buscar dinheiro aos mesmos, que andam a sustentar esta canalha há mais de 30 anos.

Nós não somos uns "Otários" silenciosos.

Lutemos para que os Bancos paguem os impostos, como todos os outros!
Lutemos por um sistema de Justiça acessível e atempada, para todos!
Lutemos por um sistema de saúde, que possa responder em tempo útil, às necessidades.
Lutemos para acabar com os tachos, tachinhos e tachões.
Lutemos para ter uma vida mais digna, mais democrática!

A solução???

LUTAR POR UMA ALTERNATIVA A ESTE "MAFIOSO" SISTEMA!!!

2 comentários:

Carlos disse...

Face ao acima descrito, penso que o Constâncio está a ganhar pouco comparando com a reformazita do Mira Amaral. O que é que acham?

Sopro leve disse...

E isto não é nada...
Enquanto acontece isto, e com a desculpa de controlar a despesa publica, retiram direitos a quem trabalha e incentivam a escravidão através deste grande, enorme código de trabalho...
Aprovado por quem?
Claro por aqueles que vão chegar ao consenso do orçamento e que quando se fala em colectar devidamente as grandes fortunas, viram a cara e assobiam para o ar...